Geral

Projeto Canudos foi lançado nesta quarta

[Projeto Canudos foi lançado nesta quarta]
20 de Abril de 2011 às 21:17 Por: Agência Petrobras
O Projeto “Canudos: Trilhas do Conhecimento” - que tem o patrocínio da Petrobras e a parceria da Universidade do Estado da Bahia – UNEB – realizou nesta quinta-feira (20), o Seminário “Canudos: Novas Trilhas”. Durante o evento, além da apresentação de relatos de pesquisa, realização de livres debates e exibição de filme, foram lançados um documentário em DVD e uma publicação acadêmica, resultantes dos estudos feitos nos sertões baianos e em parte do estado de Sergipe. Os produtos são alusivos, respectivamente, às pesquisas da Reconstituição das Trilhas Históricas da Guerra de Canudos e da concepção de um Roteiro Turístico Sertanejo.

Durante dois anos, uma equipe de pesquisadores, formada por profissionais vinculados aos campos investigativos da História, da Geografia e do Turismo, visitou diversas localidades, povoados, sítios históricos e antigas fazendas que então configuraram o chamado “palco estratégico” do grande conflito sertanejo, transcorrido entre os anos de 1896 e/97. Através do georeferenciamento, dos registros áudios-visuais (imagéticos e fotográficos) e da coleta de depoimentos, foram produzidos um documentário em DVD e uma publicação acadêmica. Os dois trabalhos acrescentam relevantes informações aos estudos referentes a tão polêmico e sempre visitado tema da história brasileira, em especial aos deslocamentos e embates que envolveram os efetivos militares advindos de mais de uma dezena de estados brasileiros e os sertanejos conselheiristas.

Antes da pesquisa de campo foi feito um estudo criterioso da bibliografia existente sobre o tema e a consulta a algumas fontes primárias ainda disponíveis, a exemplo dos relatórios de comandantes expedicionários (“Fés de Ofício”) e de antigos mapeamentos. Para o desenvolvimento do trabalho de campo foi imprescindível a parceria e a consultoria de muitos sertanejos residentes na região, já que grande parte dos antigos caminhos não mais existe e os acessos a algumas das históricas propriedades estão bastante precários, sendo necessária - para alcance, identificação e os conseqüentes registros - a utilização de animais de montaria ou até o concurso de longas caminhadas pelos atalhos da caatinga.

Após a realização do Seminário em Salvador, serão promovidas visitas às principais “cidades-sede” envolvidas com a Guerra de Canudos, quando os produtos resultantes da pesquisa (Documentário e Publicação) serão apresentados e discutidos junto às comunidades, exercitando-se, portanto, o retorno do conhecimento.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar