Geral

Registro da história colonial baiana será lançado em CD

[ Registro da história colonial baiana será lançado em CD]
21 de Abril de 2011 às 19:49 Por: Redação Bocão News
A Fundação Pedro Calmon lança, na quarta-feira (27), no Palácio Rio Branco, uma coleção em CD ROM com registros da história da Capitania da Bahia dos séculos XVII ao XIX, composta por dois volumes. A coleção tornará pública parte importante da história do estado. 

Com o título Catálogo de Fontes Manuscritos ‘Avulsos’ da Capitania da Bahia a coleção traz o acervo documental que, até então, somente podia ser consultado no Arquivo Histórico Ultramarinho, em Lisboa, Portugal. Os documentos tratam de cerca de 224 anos (1604-1828) do período colonial brasileiro, abordando, inclusive, a importância política administrativa da Bahia, para o desenvolvimento do Brasil e renovando os olhares de pesquisadores sobre a história nacional.

Os dois volumes representam importante contribuição para a preservação da memória histórica nacional e para a democratização do acesso ao patrimônio documental brasileiro.

A produção da coleção foi possível a partir do Projeto Resgate de Documentação Histórica Barão do Rio Branco, coordenado pelo Ministério da Cultura, desde 1998, uma iniciativa Brasil – Portugal, conduzido a partir das comemorações dos 500 anos do Brasil, envolvendo os dois países na execução e na formação da equipe técnica.

Além sda Bahia,  outros 17 estados tiveram cerca de 300 mil documentos identificados e digitalizados, todos referentes ao período colonial. O acervo microfilmado e digitalizado é constituído de 19610 verbetes e assegura o resgate do patrimônio arquivistico comum Brasil-Portugal, sendo composta por mais 250 rolos de microfilmes que resgatam grande parte da época em que Salvador era capital do país.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar