Geral

Barracas de Ipitanga serão derrubadas hoje

[Barracas de Ipitanga serão derrubadas hoje]
26 de Abril de 2011 às 06:50 Por: Redação Bocão News
Sanada a questão dos barraqueiros de Ipitanga, que vão trabalhar em espaço provisório (um estacionamento), a derrubada do que sobrou das estruturas está prevista para a manhã desta terça-feira (26), pela Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom), pois o trecho pertence a Salvador, embora seja administrado pela Prefeitura de Lauro de Freitas.
 
Na última quinta-feira (21), segundo a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, foi acordado que a Sucom não derrubaria as alvenarias. “Eles iriam demolir até o limite da alvenaria e retirar o entulho. Expliquei que essa estrutura sustenta a pista de 
carros, mas receio que o local venha a ruir com a erosão”, explicou Moema. A prefeita disse que se comprometeu a requalificar o local com um projeto urbanístico, com grama, calçadão, aparelhos de ginástica, ciclovia e mirantes.
 
Em nota, a Prefeitura do Salvador informou que a sentença judicial é para erradicação completa das barracas, mas está fazendo o possível para atender ao pedido da Prefeitura de Lauro de Freitas. 
 
O local provisório está sendo chamado de Passarela do Caranguejo, abrigará 22 barracas e irá gerar pelo menos 300 empregos. 
A nova estrutura é fruto da parceria com empresas privadas. “Depois de ver o que aconteceu em Salvador, a gente não pode reclamar.
Aqui a prefeita conseguiu adiar a derrubada. Tivemos tempo para aproveitar o verão; retiramos as coisas aos poucos; tivemos um galpão para colocar o material recuperado; e ainda teremos um local para ficar até que tudo seja resolvido”, contou Carlos Fritsch, presidente da Associação dos Barraqueiros da Praia de Ipitanga e proprietário da Barraca Tchê, que funcionou por 21 anos.
 
Para o  trecho da orla de Ipitanga que pertence a Lauro de Freitas, os planos permanecem. Entre junho deste ano a fevereiro ou março de 2012, deve ser construído o Polo Turístico e Esportivo de Lauro de Freitas. O projeto, orçado em R$ 12 milhões, aprovado pela prefeitura junto ao Desenbahia, contempla duas quadras poliesportivas, ciclovia, nova pista, 35 barracas, sendo cinco institucionais para abrigar postos como salva-vidas. A exploração dos espaços será definida por licitação pública.

Com informações do A Tarde desta terça-feira (26)
 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar