Geral

Pároco da Conceição da Praia teme queda do teto da igreja

[Pároco da Conceição da Praia teme queda do teto da igreja]
27 de Abril de 2011 às 04:57 Por: Redação Bocão News
A Igreja da Nossa Senhora Conceição da Praia, no Comércio, um dos mais importantes e antigos templos católicos de Salvador, está com o teto sob risco de cair. O alerta foi feito pelo pároco da Basílica, Adilton Lopes, durante missa do Domingo de Páscoa e confirmado por membros da Irmandade do Santíssimo Sacramento e Nossa Senhora da Conceição da Praia, proprietária da edificação religiosa.
 
O relações públicas da irmandade, Walter Moacyr Costa Moura, disse que há algum tempo adverte o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e o Instituto do Patrimônio Artístico Cultural da Bahia (Ipac) sobre o problema, em busca de soluções para o imóvel. “O que mais nos preocupa é o teto, que apresenta grande deslocamento das tábuas do painel”, apontou.

O gerente de manutenção do templo, José Gonçalves, afirma que o problema não é apenas o forro do teto que está se despregando. “Os altares laterais estão atacados por cupins. Fazemos dedetização, mas não temos nenhuma orientação. Eles (o Iphan) têm ciência de nossas deficiências e sabem que não temos nem recursos nem técnica para manter toda a conservação da igreja”, lamenta.
 
Controvérsia - O Iphan – que tombou o templo em 1938 –, em nota assinada pelo superintendente Carlos Amorim, acusa a irmandade de ser responsável pela deterioração do imóvel. “O Iphan tem adotado todas as medidas cabíveis para que o proprietário execute imediatamente as intervenções necessárias, para sanar as patologias identificadas nas diversas vistorias realizadas no monumento, sobretudo a restauração da cobertura e do forro da nave”, diz a nota. O texto afirma ainda que a irmandade não alegou “hipossuficiência financeira”, o que legitimaria uma intervenção do Iphan.
 

Na nota, Carlos Amorim ainda aponta que a irmandade teria condições de manter o templo. “A despeito dos valores cobrados pelos serviços religiosos de batizados e casamentos, permanece a inércia da irmandade”, acusa. 
 
O procurador da irmandade, Carlos Nunes, afirma que ao menos seis ofícios foram enviados ao Iphan. “Tive conversa franca com o doutor Amorim. São seis ofícios assinados por mim, sem nenhuma resposta, que posso disponibilizá-los para quem quiser ver”, disse.
 
Também em nota, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) informou que, há um ano, realizou vistoria na igreja e não verificou risco iminente de desabamento do teto.
 
No forro central do templo há o maior painel em terceira dimensão da América Latina, com 630 metros quadrados, que traz cenas referentes à Virgem Maria. A obra, de 1773, é do fundador da Escola Bahiana de Pintura, José Joaquim da Rocha, expoente do barroco baiano.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar