Geral

É jogo de cena para se promover, diz Cláudio Silva sobre Moema

[É jogo de cena para se promover, diz Cláudio Silva sobre Moema]
02 de Maio de 2011 às 12:21 Por: Redação Bocão News
Em resposta às declarações da prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, que em entrevista ao jornal A Tarde o acusou de ser o responsável pela derrubada da barraca Sol de Ipitanga, em seu município, o superintendente da Sucom, Cláudio Silva, disse apenas ter cumprido ordem judicial ao fazer a derrubada das barracas de praia de Ipitanga e de outras localidades na orla pertencente a Salvador.

Sobre a ameaça de enfrentar um processo por parte da prefeita, Silva ressaltou que foi “a própria Moema quem procurou a prefeitura de Salvador para pedir ajuda na derrubada das barracas na área de Ipitanga”, contrariando as informações prestadas por Gramacho de que teria se oferecido para ajudar na retirada dos equipamentos porque o prefeito João Henrique teria se queixado de estar com uma dívida de R$ 10 milhões decorrente do trabalho de demolição das barracas de Salvador.
 
Silva orientou a prefeita de Lauro de Freitas a processar a União e não a prefeitura de Salvador que apenas cumpriu determinação judicial. “Foi a União que pediu, via Justiça Federal, a retirada das barracas de praia da orla marítima, área de domínio federal. Se ela queria mesmo manter as barracas, deveria investir contra a União e não contra quem só estava cumprindo ordens judiciais”, provocou o superintendente. 

Para Cláudio Silva, mais uma vez a prefeita Moema Gramacho usa o episódio apenas para fazer jogo de cena e se promover, em detrimento aos reais problemas dos barraqueiros e de Lauro de Freitas. “Ela (Moema) preferiu ignorar a lei em favor de fazer política eleitoral. O episódio da derrubada das barracas de Ipitanga, marcado por declarações deselegantes e omissão da verdade, demonstrou que a gestora está, a todo custo, buscando visibilidade, provavelmente para resolução de alguma querela de posicionamento partidário. Um gestor, antes de tudo, precisa ter coerência e não ficar o tempo todo jogando para a torcida e fugindo das suas responsabilidades institucionais”, alfinetou Silva.    
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar