Geral

Pai é indiciado por matar filha

[Pai é indiciado por matar filha]
15 de Outubro de 2010 às 17:50 Por: Redação Bocão News
 A Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) do Rio de Janeiro, indiciou nesta sexta-feira (15), por crime de tortura, André Rodrigues Marins, pai da menina Joana, conforme informou o delegado Luiz Henrique Marques, da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), no Rio de Janeiro. André Marins foi denunciado por maus tratos.

A confirmação de que a garota sofria maus tratos foi divulgada pelo Instituto Médico Legal. Joana apresentava lesões semelhantes a queimaduras nas nádegas causadas por substância química ou ação física. As cicatrizes e feridas pelo corpo foram provocadas por traumas.

O laudo comprovou que a menina faleceu após contrair meningite viral desenvolvida a partir de herpes. De acordo com o documento do IML, a doença pode ter sido consequência da baixa imunidade.

Semana passada, André Rodrigues Marins confirmou em uma coletiva a denúncia feita por uma babá de que a garota foi encontrada com as mãos e os pés amarrados por fita crepe e suja de fezes e urina.

Segundo ele, teria seguido orientação da psicóloga da filha, que tinha um sono muito agitado e apresentava transtornos motores.

Num programa da Rede Globo, a psicóloga Lilian Araújo Paiva, teria desmentido a versão contada por André, afirmando que sua recomendação foi o uso, pela menina, de luva, caso estivesse se machucando durante o sono.

Além de negar envolvimento na morte da filha, André Rodrigues Marins acusa um estudante de medicina de ser o verdadeiro assassino. Segundo ele, apesar das chances de sobreviver, Joana teria recebido tratamento inadequado. Ele chegou a oferecer recompensa de R$ 3 mil por pistas e informações que levem ao estudante, a quem trata como “falso médico”. (Com informações do G1)
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar