Geral

Sem licitação

[Sem licitação]
20 de Outubro de 2010 às 10:43 Por: Redação Bocão News
Sem licitação, a 13ª Vara da Justiça Federal em Salvador decidiu suspender, em caráter liminar, o contrato no valor de R$ 2,102 milhões que a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da  Bahia (Conder) firmou com a  Sociedade de Advogados Menezes, Magalhães, Coelho e Zarif (MMC& Zarif).
 
A sociedade de advocacia foi contratada para acompanhar os processos de desapropriação de imóveis relacionados com as obras da Via Expressa Baía de Todos-os-Santos, uma das mais importantes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na Bahia.
 
De acordo com a assessoria de imprensa da Companhia, a empresa vai recorrer da decisão por entender que agiu conforme a lei.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar