Geral

Regras para as barracas da orla

[Regras para as barracas da orla ]
16 de Setembro de 2010 às 08:15 Por: Patrícia Costa
Após a reunião, que durou mais de cinco horas, entre representantes da Prefeitura de Salvador, do Ministério Público  Federal (MPF), da Advocacia Geral da União (AGU), do Iphan e do Ibama, além da prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramachos, para solucionar (provisoriamente) a situação dos barraqueiros, que estão desde o mês passado sem trabalhar por causa da demolição das barracas, ficou decidido pela manutenção da proposta da instalação de toldos, mesas e cadeiras na areia da praia e cada um dos barraqueiros contemplados pelo TAC terá direito a três mesas, 12 cadeiras, seis sombreiros e duas caixas térmicas, além de uma mesa de PVC para uso próprio. O encontro aconteceu nesta quarta-feira (15), na sede da AGU, na Paralela.
 
Mas, no entanto, o número de cadeiras que será disponibilizada por barraca foi criticada pelo advogado dos proprietários de barracas da orla, João Maia:“é um número muito pequeno, só vai dar para empregar 600 pessoas, quando antes, havia 20 mil trabalhando”
 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar