Geral

Codesal registra 100 solicitações de emergência

[  Codesal registra 100 solicitações de emergência]
21 de Outubro de 2011 às 18:15 Por: Redação Bocão News


 

A Defesa Civil de Salvador (Codesal), recebeu, até às 14h desta sexta-feira (21), 100 solicitações de emergência. Foram nove alagamentos de área, 14 ameaças de desabamento de imóvel, duas ameaças de desabamento de muro, 19 ameaças de deslizamento de terra, 13 ameaças de queda de árvore, quatro árvores caídas, uma avaliação de imóvel alagado, dois desabamentos de muro, cinco desabamentos parciais, 26 deslizamentos de terra, quatro destelhamentos e uma pista rompida. A Codesal continua de plantão durante 24 horas através do número 199, ligação gratuita.
 
Queda de coqueiro - A forte ventania principalmente na região da orla de Salvador derrubou um coqueiro na manhã desta sexta-feira (21) em cima de um ônibus. Segundo informações da Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador), o coletivo da Empresa Verdemar foi atingido pelo coqueiro nas imediações do monumento do Cristo, na Barra. Nenhum passageiro do coletivo nem pedestre ficou ferido.
 
 
Trânsito - Em função da chuva, o trânsito, que já é um caos em dias normais, apresenta pontos de congestionamentos. Os motoristas devem ter atenção redobrada na região do Iguatemi, Rótula do Abacaxi, Paralela sentido Centro, orla sentido Pituba e Avenida San Martim estão com o trânsito bastante lento.
 
Deslizamento - Uma parte da pista na rua Engenheiro Austricliano, conhecida como “Ladeira do Cacau”, no bairro de São Caetano, cedeu. Preocupados com a situação, moradores interditaram a pista na quinta-feira (20). Técnicos da Defesa Civil de Salvador (Codesal) estiveram no local e interditaram a via. Parte da pista que cedeu oferece risco para Oe moradores que residem na encosta. Devido ao problema, a parte mais afetada da encosta foi coberta com lona, para diminuir o avanço do deslizamento.
 
Previsão do tempo - Segundo o Instituto de Meteorologia (Inmet), o que vem acontecendo na capital baiana é consequência de uma frente fria proveniente do Sul do país. Ainda segundo o Inmet o fenômeno já é previsto nesta época do ano nos períodos de primavera e verão e deve permanecer até o fim de semana.

Fotos: Gilberto Júnior/ Bocão News
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar