Geral

Chefe de gabinete do Detran nega agressão e acusa denunciante de querer vantagem econômica

[Chefe de gabinete do Detran nega agressão e acusa denunciante de querer vantagem econômica]
Por: BNews Por: Redação BNews 0comentários

Após ser acusado de agredir uma mulher em um cemitério, o chefe de gabinete do Detran, Marco Aurélio Borges Neves negou. Por meio de nota, Marco diz que "reagiu indignado à denúncia de que teria agredido uma mulher, no Cemitério Jardim da Saudade. Segundo Neves, no dia 14 de abril, ele esteve no cemitério para visitar o túmulo da mãe, quando foi importunado por pessoas que praticavam exercícios no local, incluindo a denunciante. O chefe de gabinete relata que, no momento, chamou a atenção do grupo, o que teria provocado a insatisfação da mulher, que reagiu com agressões verbais. Ainda de acordo com Neves, após uma discussão, a mulher caiu sozinha enquanto corria e teve ferimentos. Ele nega que tenha agredido a denunciante, que estaria interessada em receber vantagem econômica, para que o suposto caso de violência não fosse divulgado na imprensa".

Matéria relacionada:

Chefe de gabinete do Detran é acusado de agredir mulher

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas