Geral

Barraqueiro diz que foi ameaçado

[Barraqueiro diz que foi ameaçado]
12 de Setembro de 2010 às 12:45 Por: Luiz Fernando Lima
O palco montado no novo Mercado do Peixe para a festa inaugural não foi suficiente para caber todos os seguidores do prefeito João Henrique, quando este subiu para ser homenageado pelos permissionários. Ao lado do secretário Fábio Mota, o prefeito da capital chorou ao ouvir o sermão de um pastor convidado. Outros secretários também discursaram por longos minutos elogiando a gestão municipal.

Antes de se pronunciar, JH convidou Adelson Alexandre dos Santos, que diz ser o representante dos permissionários das barracas de Jaguaribe, este subiu ao palco para se defender de acusações que o colocam como funcionário do prefeito e de sua esposa, a candidata à deputada federal, Maria Luiza Barradas. De acordo com Santos, ele não nunca recebeu nenhum dinheiro desses, e que aqueles que o acusam terão que responder na justiça pelas calúnias, contudo, nenhum nome foi citado.

Depois de discursar apoiando a ações da prefeitura, Santos conversou com a reportagem do Bocão News. De acordo com ele, os diretores da associação de todos os permissionários não estão atendendo aos interesses da categoria e sim, os pessoais. Mais que isso, segundo Santos, eles estão ameaçando outros barraqueiros que querem ver a situação resolvida. “Para nós, que não temos nada, a solução apresentada pelo Governo Federal, das tendas, já é um ponta pé inicial” afirma.

Ainda segundo Santos, o que aconteceu para que a situação chegasse onde está foi à falta de entendimento entre os representantes dos permissionários e a prefeitura, isto por culpa dos diretores da associação. “Depois de várias reuniões o vice-prefeito Edvaldo Brito pediu para Pedro guerra, procurador responsável pelo caso, para retirar a suspensão da demolição e ai ficamos nós(permissionários) e a justiça cara a cara e deu no que deu”, disse.

Segundo João Henrique, as pessoas ainda vão lamentar o que disseram sobre a orla de Salvador. “As mesmas pessoas que diziam que tínhamos a orla mais feia do Brasil vão dizer que nós temos a orla mais bonita”, desafiou. O prefeito reiterou que o está acontecendo em Salvador não é uma exclusividade. “A Justiça Federal está fazendo isto em todas as orlas do país”, ressaltou.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar