Geral

Bahia ocupa quarto lugar em ranking de cargos comissionados

[Bahia ocupa quarto lugar em ranking de cargos comissionados]
14 de Março de 2014 às 07:17 Por: Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)
Uma pesquisa do IBGE revelou que a Bahia está em quarto lugar no ranking dos estados com o maior número de funcionários em cargos comissionados no governo, geralmente indicados por políticos. O estado ficou apenas atrás de São Paulo (8.167), Distrito Federal (7.303) e Goiás (7.285). Em quinto, ficou o Rio de Janeiro (5.667). De acordo com o estudo, a Bahia fechou 2013 com 6.640 pessoas nomeadas para funções de confiança em órgãos da administração direta. 
 
No recorte feito sobre a administração indireta, a Bahia manteve a mesma posição, com 2.735 nomeados. Nos três primeiros lugares, estão São Paulo (6.564), Rio (3.126) e Goiás (3.301). Porém, quando comparado com o levantamento de 2012, o índice de novas nomeações foi de apenas 1,4%, bem abaixo da média nacional de 3,5%.
 
Os dados do IBGE referentes ao Nordeste ainda colocam a Bahia bem à frente dos estados da região em quantidades de cargos comissionados. Segundo a pesquisa, o governo empregou na administração direta, onde prevalece o apadrinhamento, quase o dobro da Paraíba (3.651) e do Maranhão (3.617) e cerca de duas vezes e meia o total de Pernambuco (1.648) e Ceará (1.233) juntos.
 
No quadro comparativo entre o percentual de funcionários nomeados para cargos na administração direta e o número total de servidores públicos estaduais, o governo baiano obteve a quinta colocação, com índice de 6,6%. O ranking é encabeçado por Roraima (17,8%), seguido pelo Amapá (15,3%), Goiás (7,7%) e Sergipe (7,3%). De acordo com o IBGE, a média nacional é de 3,1%. As informações são da coluna Satélite do Correio. 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar