Geral

Sem previsão para negociações, trabalhadores da construção fazem manifestação

[Sem previsão para negociações, trabalhadores da construção fazem manifestação]
26 de Março de 2014 às 06:08 Por: Cíntia Kelly (Twitter: @cintiakelly_)
Os trabalhadores da construção realizam uma passeata no centro de Salvador na manhã desta terça-feira (25). Eles estão em greve desde ontem por tempo indeterminado.
 

 
A categoria reivindica reajuste salarial de  10%, além do acréscimo de R$ 40 na cesta básica para todos os trabalhadores e da correção do piso salarial dos cadastristas, além da manutenção do pagamento de hora extra. O sindicato patronal, por sua vez, oferece reajuste de 5,5%. “Não vamos aceitar isso”, informou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção e da Madeira no Estado da Bahia (Sintracom– BA), José Ribeiro.
 
Ainda não está prevista uma nova rodada de negociações. “Começamos em 15%, aceitamos reduzir para 10%, agora é o sindicato patronal que tem que melhorar a proposta dele”, pontuou Ribeiro. Em todo estado, são 40 mil trabalhadores da construção civil.

Fotos: Roberto Viana // Bocão News

Publicada no dia 25 de março de 2014, às 13h35
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar