Informe

Investimento em saneamento básico influencia no movimento da economia por meio do turismo

[Investimento em saneamento básico influencia no movimento da economia por meio do turismo]
20 de Maio de 2021 às 11:30 Por: Divulgação/Setur Por: Redação BNews

A relação entre saneamento básico e turismo é indissociável. Não se faz turismo sem um destino limpo. Nesse contexto, o saneamento básico torna-se um dos pilares para qualquer destino turístico do mundo, pois, visitar um destino despoluído e sem riscos à saúde significa uma viagem mais tranquila e segura para toda a família.

O acesso aos serviços garante, além de boa infraestrutura para hospedagem, com banho e água potável para beber, água com boa balneabilidade e sem problemas causados pela falta de coleta e tratamento de esgoto, como a disseminação de doenças de veiculação hídrica.

O estudo “Benefícios da Expansão do Saneamento Brasileiro”, que foca na região Nordeste, revelou que estados lucrariam muito mais e gerariam muitos empregos se houvesse condições favoráveis de saneamento básico. Ou seja, investimentos em saneamento básico tendem a ampliar o turismo, gerando mais gastos no comércio, pousadas e hotéis, trabalhadores formais e informais com renda para os municípios.

Como boa parte dos municípios baianos tem vocação para o turismo, investir em saneamento básico na região tem impacto direto na permanência do turista mais tempo na cidade. Neste cenário, o Governo do Estado, por meio da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), amplia o acesso aos serviços de água tratada e esgotamento sanitário. 

No último relatório do Sistema Nacional de Informações do Saneamento (SNIS), com dados de 2019, a Bahia alcançou um índice acima de 90% de atendimento com rede de água e um patamar entre 40% e 70% de atendimento com rede coletora de esgoto em área urbana. Mesmo não atuando em todos os 417 municípios da Bahia, o trabalho da Embasa foi decisivo para o alcance desses indicadores. 

Para ampliar o atendimento no Oeste baiano, por exemplo, a empresa garantiu que, nos últimos cinco anos, 34.841 mil novos imóveis passassem a ser beneficiados com água tratada, e 45.792 mil com coleta, transporte e destinação adequada dos esgotos domésticos. Neste período, houve um avanço de 27,62% no acesso da população ao serviço de água tratada; e de 175,11% ao serviço de esgotamento sanitário.

Atualmente, a Embasa investe R$ 8 milhões em melhorias e expansão da rede de esgotamento sanitário em Barreiras e R$ 7,3 milhões em Luís Eduardo Magalhães. O gerente regional de operação de esgoto da Embasa, Vagner Pereira, explica que, nos últimos cinco anos, a empresa vem ampliando gradativamente o atendimento, possibilitando melhor infraestrutura básica, saúde e qualidade de vida. 

“Em Barreiras, saímos de uma abrangência de atendimento de 8% para 72%, atendendo um universo de 146.517 mil pessoas. Em Luís Eduardo Magalhães, saímos do zero para 56% da cidade, beneficiando diretamente 53,5 mil pessoas com saneamento básico”, afirma.

Esgotamento Sanitário
Segundo a Embasa, os investimentos em ampliação do acesso a coleta e tratamento de esgoto, ao longo dos últimos 14 anos, contemplou cidades e localidades turísticas situadas em importantes bacias hidrográficas existentes no estado. 

Foram feitos investimentos em Feira de Santana, município situado na bacia do rio Jacuípe cujas águas afluem para o lago de Pedra do Cavalo, importante manancial de abastecimento de Salvador, Região Metropolitana de Salvador, Recôncavo e da Região Metropolitana de Feira de Santana. 

Os municípios situados próximos à foz do rio Paraguaçu que deságua na Baía de Todos os Santos (BTS), assim como as ilhas de Bom Jesus dos Passos e dos Frades e os municípios ribeirinhos da BTS, receberam muitos investimentos e, hoje, contam com coleta e tratamento de esgoto, apresentando uma média de cobertura nas respectivas zonas urbanas de 60% (*dados SNIS 2019). Os municípios são: Salvador, Simões Filho, São Francisco do Conde, Madre de Deus, Candeias, Santo Amaro, Cachoeira, São Félix, Muritiba e Cruz das Almas.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar