Justiça

Padrasto que colocou agulhas em enteado é julgado hoje

[Padrasto que colocou agulhas em enteado é julgado hoje]
13 de Março de 2014 às 06:12 Por: Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)
O homem que confessou ter colocado 31 agulhas no corpo do afilhado vai a júri popular nesta quinta-feira (13), na cidade de Ibotirama, no oeste baiano, cinco anos após o crime. Na época, Roberto Carlos Magalhães afirmou que a ação foi feita como parte de um ritual de magia negra com objetivo de se vingar da mãe da vítima. O caso foi descoberto em dezembro de 2009, quando a criança fez um exame de raio-x para descobrir a origem de dores misteriosas. As imagens da radiografia mostraram os objetos metálicos no tórax, no abdômen, no pescoço e até nas pernas.

Segundo o Ministério Público da Bahia (MP-BA), que fez a denúncia do caso, ele disse que teve a ajuda de duas mulheres - uma delas a suposta amante -, que foram liberadas pela Justiça por falta de provas. A amante foi presa e beneficiada com a liberdade provisória.

O crime foi cometido por motivo fútil e usando meio cruel, de acordo com o MP-BA. A intenção era se vingar da mãe da vítima, por causa das brigas com o padrasto. A polícia informou que o ex-padrasto confessou o crime e relatou que levava a criança até a casa da suposta amante, onde eram colocadas as agulhas.

O menino tinha dois anos e oito meses quando foi vítima da ação. Ele foi socorrido para o Hospital de Barreiras e transferido pelo Hospital Ana Nery, em Salvador, onde foram retiradas 22 das 31 agulhas. Duas estavam no coração e mais duas no pulmão. A alta médica foi autorizada depois mais de um mês internado, após três cirurgias.

Roberto chegou a fugir da prisão no fim de 2010, mas foi recapturado dias depois da ação na casa de parentes. Ele responde por tentativa de homicídio qualificado. Informações do G1 Bahia.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar