Lavagem do Bonfim

Da alimentação ao protetor solar: Especialistas dão dicas para quem vai à Lavagem do Bonfim

[Da alimentação ao protetor solar: Especialistas dão dicas para quem vai à Lavagem do Bonfim]
Por: Vagner Souza/BNews Por: Samuel Barbosa 0comentários

Todo baiano que se preze conhece ou já ouviu falar da Lavagem do Senhor do Bonfim. A festa, que faz parte do calendário de eventos religiosos do Estado, é um forte atrativo de turistas do Brasil e do mundo, que chegam a Salvador empolgados para percorrerem os quase oito quilômetros que separam a Basílica da Conceição da Praia, no Comércio, à Colina Sagrada, no Bonfim. A Lavagem do Bonfim acontece toda terceira quinta-feira do mês de janeiro.

Para que tudo possa acontecer dentro da normalidade no quesito saúde e bem-estar, é preciso tomar alguns cuidados. Por este motivo o BNews procurou profissionais da área de saúde para saber quais são as principais orientações e cuidados que os fiéis devem ter com o corpo nesta quinta (16). 

Alimentação

A nutricionista Michele Lopes Daebs afirma que a ingestão de alimentos leves como frutas e raízes são as melhores opções para quem vai encarar o cortejo. “Antes da Lavagem do Bonfim deve-se consumir alimentos leves, tais como frutas, carboidratos de absorção lenta como alimentos integrais, raízes (aipim, inhame, batata doce), laticínios com baixo teor de gordura (leite, iogurte, queijo branco) e líquidos (sucos naturais, água de coco)”, pontua.

O consumo de bebidas alcoólicas, assim como alimentos ricos em gordura não é recomendado pela nutricionista. “A bebida alcoólica tende a inibir o apetite, já que um grama de etanol tem mais calorias do que um grama de um carboidrato. A orientação final não inclui o consumo de alimentos ricos em gordura saturada e de alto teor calórico, como feijoada, comida baiana, rabada, etc, por serem alimentos de difícil digestibilidade, que podem provocar desconforto gastrointestinal e indisposição”, esclarece.

Ainda de acordo com Michele, após a caminhada, é preciso focar na reposição de tudo aquilo que foi eliminado através do suor durante o percurso. “Depois da caminhada deve-se repor as perdas de água e sais minerais pelo suor durante a transpiração, tais como isotônicos, água de coco e sucos naturais, além do consumo dos alimentos leves, como frutas com maior teor de água como melancia, abacaxi, laranja e tangerina”, conclui.

Alongamento

Como boa parte das pessoas que participam da Lavagem do Bonfim não são atletas, ou seja, não estão habituadas a longas caminhadas debaixo de um sol escaldante do verão de Salvador, é preciso ficar ligado nos limites do corpo. Às vezes é melhor não cumprir todo o percurso e preservar a saúde, do que chegar até o final e depois parar no atendimento de emergência de algum hospital.

O educador físico Alex Renan começou nossa conversa chamando atenção para a distância de oito quilômetros entre a Conceição da Praia e o Bonfim. Ele ressalta que para longas distâncias o ideal é optar por um tênis ou sapato fechado adequado para caminhada ou corrida. 

Outro ponto importante é a preparação do ‘esqueleto’ antes de iniciar a jornada. Segundo Alex, alongar o corpo é fundamental. "O alongamento é importante principalmente para os membros inferiores, pernas e panturrilhas que são os membros mais utilizados, para que assim o corpo fique adequado a prática que a pessoa vai fazer. É importante ingerir água durante o trajeto e se a pessoa puder, se alimentar com alguma fruta fresca como banana ou melancia. No final o alongamento também se faz necessário para diminuir o ácido lático no corpo, que vai ajudar a aliviar as dores no dia seguinte", disse. 

Ainda de acordo com Renan, é preciso ficar atento aos limites do corpo. "Temos que respeitar os limites do nosso corpo que dá sinais de exaustão. Dores muito forte na coxa, panturrilha, o ideal é não forçar, não tem necessidade de ir no limite da dor, não precisa acelerar o ritmo da caminhada. Com essas recomendações fica mais seguro o trajeto".

Pele e olhos

A Sociedade Brasileira de Dermatologia orienta que, em eventos como a Lavagem do Bonfim, por exemplo, as pessoas não deixem de usar óculos de sol. Além de protegerem os olhos contra os raios solares, eles protegem contra o vento, poeira e líquidos. 

O filtro solar deve ter o fator de proteção FPS 30, ou superior, que deve ser aplicados 30 minutos antes da exposição em todas as partes do corpo.

Ainda de acordo com Sociedade Brasileira de Dermatologia, também é importante usar chapéu e roupas de algodão, que ajudam a bloquear a maior parte da radiação UV.  
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas