Manifestação

Sinjorba se manifesta em apoio a Marcha das Mulheres "#Ele Não" em Salvador

[Sinjorba se manifesta em apoio a Marcha das Mulheres "#Ele Não" em Salvador]
29 de Setembro de 2018 às 11:12 Por: Divulgação Por: Redação BNews

Mulheres de todo o Brasil se juntarão, neste sábado (29) em uma manifestação contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL), devido a algumas de suas falas políticas sobre o público feminino. Em Salvador, a manifestação acontece a partir das 13h30, no bairro Campo Grande. 

Na sexta-feira (28), o Sindicato dos Jornalistas da Bahia (Sinjorba) publicou um manifesto em sua página no Facebook, apoiando o movimento. Confira a nota na íntegra: 

Devido a diversidade de posições dos jornalistas que se acirraram nos últimos anos, a diretoria do Sindicato dos Jornalistas da Bahia, Sinjorba, não vem se posicionando sobre eleições e questões político-partidárias.

Entretanto, diante da grave ameaça aos direitos humanos garantidos através de muito empenho por movimentos sociais e diversos partidos políticos, o Sindicato se manifesta, a exemplo da Federação Nacional dos Jornalistas, Fenaj, firmando posição de apoio ao movimento de mulheres de todo o país, marcado para este sábado, dia 29/09/2018, contra uma das candidaturas à presidência da República, que assume posturas racistas, machistas e homofóbicas, de apoio a tortura, de ódio e de retrocesso dos avanços sociais alcançados com o fim da ditadura militar no Brasil.

Alcançar a democracia e manter sua continuidade é uma luta de 30 anos no Brasil, com o advento da Constituição de 1988, com idas e vindas, mas da qual não abrimos mão porque somente neste regime, os direitos dos cidadãos são respeitados e podemos almejar o crescimento do país para garantir às classes mais vulneráveis, a possibilidade de enxergar um futuro melhor.

Desta forma, o Sinjorba, célula da sociedade que reúne em sua essência as noções de solidariedade e coletivismo, e que é liderado por mulheres há 24 anos, não poderia estar ausente da Marcha das Mulheres #Ele não! por ser uma casa que defende o jornalismo como agente transformador da sociedade e garantidor das liberdades democráticas, e por entender que, neste momento, a disputa é entre a barbárie, que tantas vezes atentou contra a paz e o crescimento social, e a democracia, nosso bem mais precioso e garantidor da paz e igualdade.

Não se trata de direita ou esquerda, nem apenas de eleições, mas, fundamentalmente, de salvaguardar as bandeiras de respeito que defendemos como seres humanos e como profissionais.

Então, vamos às ruas neste 29/09/2018 jornalistas baianos, mulheres e homens de boa vontade!

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar