Polícia

Jovem envolvido na morte de João Hélio ganha liberdade assistida

[Jovem envolvido na morte de João Hélio ganha liberdade assistida]
15 de Abril de 2011 às 08:29 Por: Redação Bocão News
Pouco mais de quatro anos após a morte do menino João Hélio, que morreu arrastado pelo lado de fora de um carro no Rio, em 2007, o menor acusado de participação no crime recebe liberdade assistida.

Detido pouco depois do assalto que terminou na morte da criança, Ezequiel Toledo da Silva, o único menor na época do crime, cumpriu três anos de medida sócioeducativa e, ano passado, passou para o regime de semiliberdade, em um Centro de Recursos Integrados de atendimento ao Adolescente (CRIAAD), abrigo para infratores, no Norte do estado.

O caso

No dia 7 de fevereiro de 2007, por volta das 21h30min, Rosa Cristina Fernandes voltava para casa com os filhos Aline Fernandes (de 13 anos) e João Hélio (de 6 anos). Quando parou no semáforo, três homens armados abordaram o carro dando ordem para que eles saíssem do veículo.

Presa ao cinto de segurança, a criança não conseguiu sair. Um dos assaltantes bateu a porta e os bandidos arrancaram com o veículo em alta velocidade. Com o menino preso pelo lado de fora do veículo, os assaltantes o arrastaram por sete quilômetros, passando pelos bairros de Oswaldo Cruz, Madureira, Campinho e Cascadura.

Em janeiro de 2008, os quatro maiores de idade que teriam agido com Ezequiel foram condenados por latrocínio (roubo seguido de morte) agravado pela forma hedionda. Carlos Eduardo Toledo Lima, 23, foi condenado a 45 anos de prisão, Diego Nascimento da Silva, 18, a 44 anos e três meses, Carlos Roberto da Silva, 21, condenado a 39 anos e Thiago Abreu Matos, 19, teve a pena de 39 anos de prisão. No entanto, coube recurso e os processos tramitam nos tribunais superiores.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar