Polícia

Pai é acusado de abusar da filha de três anos

[Pai é acusado de abusar da filha de três anos]
23 de Abril de 2011 às 17:23 Por: Redação Bocão News e Calila Notícias
Suspeito de ter abusado da filha de três anos, Paulo Simões Nascimento, 42, residente no distrito de Salgadália, a 19 km de Conceição do Coité, foi preso no inicio da noite de quinta-feira (21) pela polícia local. Ele foi denunciado pior pela mãe da criança, Laurinete Mateus do Rosário, conhecida como Juliana, que teria informado ter flagrado o companheiro praticando o ato com a filha, conforme relato do soldado Romilson Silva Cardoso.

Juliana, como é conhecida Laurinete, contou que Paulo era dedicado a filha e um homem bom. Segundo contou, ela estava fazendo o almoço quando uma vizinha lhe chamou para almoçar em sua casa. “Aceitei o convite e, quando estávamos preparando a comida em sua casa, faltou exatamente o dendê. Como Paulo tinha comprado, falei para minha vizinha que ia buscar em casa e ao entrar encontrei ele e minha filha no quarto da frente, os dois nus. Ele tentava forçar a menina, que reagia se batendo na cama”, falou chocada Juliana. Ao vê a cena, ele disse que gritou e desmaiou em seguida.

A mãe da criança mostrou à equipe de reportagem do site Calila Notícias onde  tudo aconteceu, a blusa da garota com uma das alças quebradas, uma calça e uma calcinha no chão, ao lado esquerdo da cama, que, segundo ela, eram as roupas com que a filha estava vestida e teriam sido tiradas pelo pai. Apesar da pouca idade, a garota contou em detalhes ao policial de plantão o que o pai havia feito.

Segundo Juliana, familiares de Paulo a estariam ameaçando por ter denunciado o companheiro que está preso, por isso ela foi para casa de parente seus.

O vizinho Lourival Tirço de Roma, 82, confirmou ao site que realmente era aquela roupa que a criança usava quando entrou em casa com o pai. “Eu vi quando os dois vinham da rua e entraram na casa. Chamei para acertar um trabalho e ele não ouviu”, contou.

Na delegacia de Salgadália, Paulo codesmentiu as acusações, contado à reportagem do Calila que teria encontrado a filha na rua e, como "a mesma havia feito necessidades fisiológicas", teria levado a criança para casa para lhe dar um banho e trocar suas roupas.

Segundo Paulo, Juliana estaria bêbada na rua e não dava atenção a filha. Ele disse que a ex-companheira teria inventado a história para prejudicá-lo devido à separação após 12 anos de convivência.

Paulo tem dois filhos. Nenhum mora com ele. O mais velho com a avô e a menina, filha de Juliana, mora com a mãe. Tanto Paulo quanto Juliana são usuários de bebidas alcoólicas. Aos 44 anos, Juliana tem dez filhos e sete netos. (Informações do Calila Notícias)

Fotos: Raimundo Mascarenhas // Calila Notícias
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar