Polícia

"Feiraguai": centro de contrabando

["Feiraguai": centro de contrabando]
18 de Outubro de 2010 às 10:10 Por: Redação Bocão News
A 108 quilômetros de Salvador, Feira de Santana, a maior cidade do interior do estado, entre duas importantes rodovias Brasileiras: BR-101 e BR-116, cresceu principalmente no comércio e se tornou conhecida pelo contrabando e produtos piratas. É a chamada "Feiraguai". O maior pólo informal do Norte-Nordeste do país.

O comércio no varejo corresponde à grande parte dos lucros dos comerciantes, que negociam com clientes de diversas partes do estado, como Serrinha, Ribeira do Pombal, Conceição do Coité e Estância, além da capital.

Em "Feiraguai" são encontrados os mais diversos produtos, como celulares, câmeras fotográficas, camisa de futebol, relógios, entre outros, claro que com preços e qualidade inferiores aos originais.

Apreensões
Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) da Delegacia de Vitória da Conquista apreenderam 5.788 mercadorias contrabandeadas na BR 116, neste domingo, no Km 831 da BR-116, em ônibus intermunicipais.

Em um da empresa São Geraldo, que fazia a linha São Paulo (SP) - Arapiraca (AL), segundo a PRF, foram encontrados 20 celulares, 22 baterias para esse tipo de aparelho, 20 fones de ouvido, 17 cabos USB e cinco carregadores de celular sem notas fiscais. Em um ônibus da Itapemirim, que fazia a linha São Paulo (SP) - Juazeiro do Norte (CE), a PRF apreendeu 4.521 relógios diversos e 1183 pulseiras também sem notas.

Com estas mercadorias, todas do Paraguai, a Polícia somou 16.234.274 produtos apreendidos nas rodovias federais da Bahia. Três pessoas foram presas.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar