Polícia

Mauricinhos do tráfico são presos com drogas e carro roubado na orla

[Mauricinhos do tráfico são presos com drogas e carro roubado na orla]
06 de Maio de 2013 às 09:35 Por: Tony Silva (Twitter: Tony_SilvaBNews) 0comentários

Policias do Garra, na guarnição 302, prenderam na manhã deste domingo (05), dois homens acusados de tráfico de drogas e furto de veículo. Felipe Caribé Leite Dantas, 26 anos e Cristiano Maia Galvão Legart, 25 anos foram capturados na região do Corsário na Orla Marítima de Salvador.

Segundo os policiais, a dupla que foi presa enquanto tentava entregar drogas, circulou nos últimos meses com carros diferentes, o que chamou atenção de vizinhos. A polícia encntrou com Felipe e Cristiano: cocaína embalada para entrega, maconha, balança de precisão, calculadora, aparelhos de som automotivos e o veículo Vectra prata com documentação adulterada. Os policiais informaram também que o apartamento no Corsário era utilizado para o tráfico de Drogas.

Cristiano disse a reportagem do Bocão News que não sabia sobre a situação irregular do veículo, e que comprou em uma agência de veículos e somente depois viu que o veículo estava com documentação adulterada, mas continuou usando pela necessidade. “Eu não sabia, comprei o carro com esse problema e quando vi já era tarde, tive que usar porque eu precisava”, confessa Cristiano que também afirmou estar com a droga para traficar. “Eu já me envolvi com droga, dei um tepo e resolvi traficar novamente por causa da situação, tenho filho para sustentar e vivemos numa sociedade onde não temos oportunidade, resolvi pegar essa droga para vender e pegar uma grana porque estou com muitas dívidas”, completa.

Felipe Caribé disse apenas, que estava com Cristiano e que iria traficar pela primeira vez, alegando também, que iria usar o dinheiro da venda das drogas para sustentar a família e também negou o furto de veículos.

Documento do veículo adulterado

O que mais chamou atenção da polícia, é que o documento do Vectra apreendido foi adulterado com o chassi falso e outros dados no documento, que correspondem a outro Vectra do mesmo modelo e da mesma cor, que está em nome de uma Clínica, que de fato tem um veículo com especificações parecidas. Além disso, eles conseguiram um documento é de difícil acesso e a adulteração é quase imperceptível.

Os policiais do Garra que efetuaram a prisão disseram que Cristiano e Felipe, são de famílias de classe média, um deles é filho de empresários e o outro também tem boa condição financeira. “Eles são de família de classe média, estavam cometendo estes crimes para ter dinheiro para curtir. Parece que eles se divertem com isso”, afirma policial do Garra.
Os dois foram apresentados na delegacia de furtos e roubos de veículos e seguem a disposição da Justiça.

Foto: Gilberto Júnior / Bocão News


*Matéria publicada originalmente às 14h21 do dia 05/05.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas