Política

Heraldo e Gaban

[Heraldo e Gaban]
04 de Outubro de 2010 às 13:11 Por: Daniel Pinto


                           Composição: Thiego Souza/Bocão News


O Democratas perdeu sete das 12 cadeiras na Assembleia Legislativa (AL-BA). Entre os deputados que não foram reeleitos, destaque para  Heraldo Rocha e Gaban, que deram lugar a Tom, ex-prefeito de Coité, e Hebert Barbosa.

O Bocão News procurou os dois parlamentares para saber como eles encararam o day after das eleições. “Uma ressaca danada”, revelou Heraldo Rocha, que ainda é líder da minoria na AL-BA. Ele se mostrou surpreso com o resultado das urnas, mas garantiu que aceita a situação com naturalidade. Mesmo assim, fez questão de cutucar o “time” de Jaques Wagner e o governo da Bahia. “Quero ver como eles vão prestar contas. Nunca vi tanto dinheiro despejado pelas cidades do interior. Desejo que o Estado dê mais atenção à saúde e segurança pública e seja menos corrupto”.

Gaban, que estava em busca do quinto mandato consecutivo, também demonstrou certa frustração. Entretanto, o democrata fez algumas considerações sobre a manutenção do atual governo. “Prova de que 64% dos baianos estão satisfeitos com a situação da saúde, educação e também da segurança pública. Essa é a democracia. Vamos respeitar a decisão do povo”, observou.

Outros democratas reprovados nas urnas: Eliedson Ferreira, José Nunes, Júnior Magalhães, Luiz de Deus, Misael Neto e Clóvis Ferraz. 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar