Política

Deputado denuncia caos na saúde em Itabuna

[Deputado denuncia caos na saúde em Itabuna]
20 de Abril de 2011 às 15:18 Por: Luiz Fernando Lima
O deputado estadual Augusto Castro (PSDB) denunciou a situação do Hospital de Base de Itabuna em discurso na Assembleia Legislativa na última segunda-feira (18). De acordo com o parlamentar, o centro médico recebe menos de R$ 1,5 milhão para atender a demanda de mais de 100 municípios de toda a região. “Em 2008,a verba era de 7,5 milhões”, revelou o tucano à reportagem do Bocão News.

O deputado atribui a perda de receita aos desmandos da antiga administração municipal, que acabou perdendo a Gestão Plena de Saúde. “O município foi descredencia do Ministério da Saúde e as verbas agora passam pelo governo do estado. Estamos lutando agora para retomar o controle do setor na cidade”, defendeu.

No próximo dia 25, Castro, que é suplente na Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, participa de uma reunião com o secretário estadual da pasta, Jorge Solla e com o secretário municipal da Saúde, de Itabuna, Geraldo Magela, para acertar os detalhes do repasse de recursos.

Segundo informações de sites da região Sul do estado, no dia 14 de março, ficou decidido em uma reunião realizada na Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) que o município voltaria a ter a gestão pública do SUS, mas, de acordo com o parlamentar tucano, isto ainda não aconteceu. “Estamos avançando nas negociações, mas precisamos urgentemente ampliar os leitos, investir em Centro de Tratamento Intensivo (CTI), estrutura o hospital para realização de cirurgia bariátrica, precisamos de um centro de imagem, entre outras intervenções”, enumerou Castro.
No dia 6 de maio, a comissão de saúde da AL vai ao município para avaliar “in loco” a situação do atendimento à saúde na cidade.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar