Política

Veja: Pinheiro teria afirmado que não disputaria mais eleições pelo PT

[Veja: Pinheiro teria afirmado que não disputaria mais eleições pelo PT]
11 de Maio de 2015 às 08:21 Por: Gilberto Jr / Bocão News Por: Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

 

Os rumores de uma possível saída do senador Walter Pinheiro do PT não estariam apenas sendo especulado em Salvador, capital do poder no estado. A coluna Radar On Line, da revista Veja, informou neste final de semana que Pinheiro teria confidenciado a dois colegas no Congresso que não haveria mais possibilidade de concorrer a qualquer eleição novamente filiado ao PT.

Na última sexta-feira (8), quando completou 29 anos de filiação partidária, o senador baiano afirmou que, por enquanto, ele permanece no Senado da República "e não estou discutindo com partido nenhum, coisa nenhuma". A negativa foi em entrevista a jornalistas durante velório do ex-senador Rodolfo Tourinho, na última sexta-feira (8). 

A sua possível desfiliação do Partido dos Trabalhadores teria movimentado os caciques do partido na Bahia a tentar rifar a ideia de Pinheiro deixar a legenda, como fez a senadora Marta Suplicy em São Paulo. A desfiliação da senadora causou estrago ao partido, que administra a maior cidade do país, na antevéspera das eleições municipais. Marta, que irá para o PSB, deverá disputar o comando da prefeitura da capital paulista com o seu ex-correligionário, o atual prefeito Fernando Haddad (PT).

Pinheiro nega intenção de disputar a prefeitura de Salvador, apesar das especulações de que a oferta para evitar sua debandada do partido seria entregar a ele a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), onde poderia tentar viabilizar sua candidatura nas eleições do ano que vem. Despachando no Centro Administrativo da Bahia (CAB), as possibilidades de costurar uma possível candidatura à prefeitura de Salvador aumentariam. "A minha posição  pessoal é, primeiro, em 2016 quero me colocar a disposição para ajudar os municipios. Portanto, não estou colacando meu nome para 2016. Quero ajudar a decidir qual vai ser o nosso candidato da frente em Salvador. O PT lidera uma frente no governo do Estado e tem que discutir como é que ele vai se comportar, inclusive, com os aliados. (...) Em certa medida, se for necessário ter que abrir mão para continuar com essa mesma frente, não vejo problema o PT pensar nisso", defendeu Pinheiro, na conversa com jornalistas na sexta.

Notícias relacionada:

Pinheiro nega ida para SDE e diz que está fora da disputa em Salvador em 2016

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar