Política

PTN a um passo de aderir ao governo

[PTN a um passo de aderir ao governo]
01 de Maio de 2011 às 17:22 Por: Redação Bocão News
Parece que o namoro entre Jaques Wagner e o PTN (Partido Trabalhista Nacional) deslanchou. Uma reunião entre os líderes das legendas está prevista para esta semana. Apesar de reiterar que a decisão ainda não está tomada, João Bacelar dá sinais de avanço nas conversas e tende a aderir à base governista. “A decisão de entrar para a base depende das conversas. Se o projeto atender o que a Bahia precisa, a gente pode fechar o apoio. Agora, nós temos que avaliar também as articulações políticas”.

Um sinal claro do alinhamento entre o partido e Wagner ficou explícito esta semana na Assembleia Legislativa, quando a bancada votou com o governo no projeto da reforma administrativa. “Votamos a favor, porque minha emenda foi aceita pelo governo. Agora, sobre a possibilidade de apoiar o governador, a gente pode discutir", admitiu o deputado Carlos Geílson.

Enquanto o namoro esquenta com o PTN, a articulação para que PV e PSC integrem a base hegemônica não vai muito bem. Pelo menos no que depender do presidente da legenda do Partido Social Cristão na Bahia, Eliel Santana, a relação deve mesmo chegar ao fim. O PSC conta hoje com quatro parlamentares na Assembleia.

O Partido Verde, por sua vez, também não tem demonstrado muito interesse na composição. Representado no Legislativo estadual apenas pelo deputado Eures Ribeiro, o partido mantém postura “independente”, mas sempre vota a favor do governo. O presidente do diretório estadual do PV, Ivanilson Gomes, tem discurso parecido com o do PTN e afasta a pretensão por cargos, mas garante o anseio por possibilidade de atuação política, sobretudo na área ambiental, a bandeira da sigla.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar