Política

Na região do Comércio, novo Centro de Convenções deve custar R$ 400 milhões

[Na região do Comércio, novo Centro de Convenções deve custar R$ 400 milhões]
26 de Outubro de 2015 às 12:48 Por: Vagner Sousa Por: Cíntia Kelly (@cintiakelly_) 0comentários

Com um investimento estimado em aproximadamente R$ 400 milhões, o Centro de Convenções da Bahia ficará localizado onde hoje funciona o Grupamento de Fuzileiros Navais, no Comércio. As obras deverão ser tocadas por duas secretarias, a de Turismo e a de Desenvolvimento Econômico. As informações foram passadas na manhã desta segunda-feira (26) pelo governador Rui Costa.

Segundo ele, não haverá verba federal, mas disse contar com o empenho do ministro da Casa Civil, Jaques Wagner. “Na verdade, estive com ele quando ministro da Defesa e com o comandante da Marinha”, disse Rui, ao citar que está em andamento uma negociação para que o Estado fique com a área que pertence à Marinha. Para isso, o governo está estudando quais as contrapartidas que vai oferecer. “Vamos ter que fazer obras em Aratu, temos que levantar os custos”, disse.

Há informações, ainda não confirmadas, que a área da Codeba, onde ficam os depósitos também será cedida para projetos envolvendo o Centro de Convenções.

O governador não tem previsão de quando as obras ficarão prontas mas acredita que até o fim do mandato, em dezembro de 2018, estejam quase todas prontas. “Quero dar celeridade até o fim do meu mandato. Se até lá não estiverem completamente prontas, que estejam bem avançadas”, ressaltou.
Quanto ao atual Centro de Convenções, localizado no Stiep, Rui Costa afirmou que estão sendo feitas obras para melhoria do equipamento que deverá ser alienado quando o outro equipamento estiver pronto. “Vamos alienar e transferir o recursos para o novo Centro”.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas