Política

Dilma reza, mas não comunga

[Dilma reza, mas não comunga]
11 de Outubro de 2010 às 19:08 Por: Redação Bocão News
Pela primeira vez a petista Dilma Rousseff, candidata à presidência assistiu, nesta segunda-feira (11), a missa no santuário Nossa Senhora Aparecida. Apesar de confessar ser devota da santa, Dilma não escondeu que esta é a primeira vez que visita o santuário dedicado à padroeira do Brasil. "Queria estar aqui em Aparecida por causa de um problema recente de minha vida, que prefiro não comentar", disse Dilma, em referência ao câncer que enfrentou recentemente.

A candidata chegou a Aparecida, a 170 quilômetros da capital paulista, a bordo de um  helicóptero, entrou na basílica por volta das 9 horas e ficou na primeira fileira, em uma área reservada diante do altar, sentada entre o chefe de gabinete pessoal do presidente Lula, Gilberto Carvalho, e o recém eleito deputado federal Gabriel Chalita (PSB), além de prefeitos e deputados da região.

Dilma rezou durante a missa, mas optou por não receber a comunhão. Questionada sobre sua religiosidade, a candidata afirmou ter “formação espiritual muito forte”, ressaltando, ainda que qualquer polêmica envolvendo religião durante a campanha eleitoral “é o cúmulo do preconceito”.

Após assistir a cerimônia religiosa, a candidata concedeu rápida entrevista a imprensa, quando comentou sobre o debate ocorrido na noite de ontem, na TV Bandeirantes, afirmando que não acha que discussão do aborto possa se atribuir a uma questão religiosa. “É a tentativa de fazer política com métodos que eu repudio”, afirmou.

Ainda sobre o debate, Dilma disse ter estranhando o fato de ter sido chamada de “agressiva” por alguns setores da imprensa. Para ela, o debate foi de alto nível e ela teria aproveitado o encontro para cobrar do candidato José Serra (PSDB) a campanha da qual se sente "vítima".

A presidenciável disse considerar normal esse embate da forma que foi porque são apenas dois candidatos num debate de duas horas. Mas não perdeu a oportunidade para alfinetar seu adversário afirmando que o tucano tem “mania de subjugar as pessoas e se julgar superior a elas”.

A candidata deixou Aparecida logo depois com destino a Brasília onde participará de um comício em Ceilândia e gravará programas para o horário eleitoral. Amanhã, dia de Nossa Senhora Aparecida, será a vez do tucano Serra visitar o santuário dedicado à santa.

 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar