Política

Irmão de ministra acusado de desvio

[Irmão de ministra  acusado de desvio]
15 de Setembro de 2010 às 17:02 Por: Redação Bocao News
Auditoria do governo federal detectou irregularidades na editora da Universidade de Brasília (UnB), apontando desvio de R$ 5,8 milhões e responsabilizando José Euricélio Alves de Carvalho, irmão da ministra  chefe da Casa Civil, Erenice Guerra.

Conforme a auditoria, a editora da UnB firmou contratos fantasmas, tendo efetuado pagamentos a José Euricélio e ao filho da ministra, Israel Guerra. O irmão da chefe da Casa Civil era, na época, da direção da editora e coordenador-executivo dos programas.

De acordo com relatório da Controladoria-Geral da União (CGU), 529 pessoas foram beneficiadas com recursos desviados. Os pagamentos eram feitos sem comprovação da realização dos serviços.

A folha de pagamentos suspeitos da editora mostra pelo menos R$ 134 mil destinados a José Euricélio e a Israel Guerra entre os anos de 2005 e 2008, período em que Erenice ocupava a Secretaria Executiva da Casa Civil, chefiada pela então ministra Dilma Rousseff.

Apesar das denúncias envolvendo a ministra, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu manter Erenice no cargo, embora confidencie a colaboradores próximos que, em casos dessa natureza, o melhor é afastar logo.

Tanto para o presidente Lula quanto para a equipe de campanha de Dilma Rpoussef as denúncias respingam na candidata do PT. Mesmo decidido a manter a ministra,  Lula recomendou agilidade nas respostas
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar