Política

Em nota, Planalto diz que Temer jamais compraria o silêncio de Cunha

[Em nota, Planalto diz que Temer jamais compraria o silêncio de Cunha]
18 de Maio de 2017 às 09:34 Por: Redação Bnews
 
Após o empresário Joesley Batista entregar ao Ministério Público Federal áudio no qual foi discutida a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha,  o Palácio do Planalto divulgou nota afirmando que o presidente Michel Temer (PMDB) “não participou e nem autorizou qualquer movimento com o objetivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar”.
 
Leia nota na integra:
 
O presidente Michel Temer jamais solicitou pagamentos para obter o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. Não participou e nem autorizou qualquer movimento com o objetivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar.
 
O encontro com o empresário Joesley Batista ocorreu no começo de março, no Palácio do Jaburu, mas não houve no diálogo nada que comprometesse a conduta do presidente da República.
 
O presidente defende ampla e profunda investigação para apurar todas as denúncias veiculadas pela imprensa, com a responsabilização dos eventuais envolvidos em quaisquer ilícitos que venham a ser comprovados.
 
Publicada originalmente em 17/05 às 21h34
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar