Política

Oposição vai entrar mais uma vez na Justiça contra projeto Revitalizar

[Oposição vai entrar mais uma vez na Justiça contra projeto Revitalizar]
22 de Maio de 2017 às 14:06 Por: Reprodução Por: Cíntia Kelly

A bancada de oposição na Câmara de Salvador vai, novamente, acionar a Justiça no caso do projeto de lei Revitalizar.

Após o BNews publicar a decisão da desembargadora Regina Reis do Tribunal de Justiça da Bahia determinando o retorno da proposta para Câmara, o Diário do Município traz a sanção do prefeito ACM Neto. 

Na primeira edição publicada, não constava nada sobre o projeto. A oposição argumenta no Judiciário  que houve violação do diário com objetivo de obstruir a justiça.

A decisão da magistrada ao conceder o mandado de segurança decretando o retorno do projeto ao Legislativo tinha validade apenas para fazer com que o projeto fosse discutido do inicio.

Com a republicação do Diário Oficial coma sanção do projeto de lei, a decisão da desembargadora perde validade.

Assim, para suspender o projeto, a oposição deverá apresentar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin), conforme defende fonte do BNews.

O projeto em questão prevê isenção e redução de alíquotas de tributos municipais para impulsionar a revitalização de prédios do Centro Antigo de Salvador.

A oposição diz que texto tramitou em inúmeras comissões da Câmara, tais como Constituição e Justiça e Redação Final; Finanças, Orçamento e Fiscalização, Planejamento Urbano e Meio Ambiente; Turismo e Desenvolvimento Econômico, no entanto, "não houve tramitação e votação de parecer da Comissão de Planejamento Urbano e Meio Ambiente".

Leia também: 

Decisão da Justiça sobre Revitalizar deixa cúpula da Câmara ‘chateada’

Justiça acata pedido da oposição e decreta retorno do Revitalizar à Câmara

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar