Política

De olho no voto do baiano

[De olho no voto do baiano]
25 de Outubro de 2010 às 17:31 Por: Ivana Braga
Para reforçar a campanha do candidato à presidência da República José Serra (PSDB), o ex-governador de Minas Gerais e senador eleito, Aécio Neves (PSDB), desembarca nesta terça-feira (26) em solo baiano, onde participa de programação em Salvador e Feira de Santana.
 
Às 11h, no Hotel Fiesta, Aécio terá um encontro com lideranças tucanas e de partidos que apoiam Serra no estado. Logo depois, ainda no hotel, o senador eleito atenderá a imprensa.
 
Logo depois, Aécio Neves segue para Feira de Santana, segundo maior colégio eleitoral da Bahia, onde participa de uma carreata pelo centro da cidade. Aécio retorna para Minas logo após o evento.

A passagem do senador mineiro pela Bahia não é à toa. O estado é o quarto maior colégio eleitoral do país, localizado na região nordeste onde a petista Dilma Rousseff liderou a votação no primeiro turno da disputa presidencial. Na Bahia, Dilma teve 62,62% dos votos válidos, contra 20,98% dos votos conquistados pelo tucano, e 15,44% da senadora Marina Silva (PV).


Aécio Neves, por sua vez, reverteu o jogo eleitoral em Minas Gerais, onde o candidato tucano Antônio Anastasia levou o governo mineiro no primeiro turno, quando no início do processo todas as apostas lhes eram desfavoráveis.

A ideia é que o senador eleito por Minas, considerado um dos políticos mais prestigiados e influentes do ninho tucano da atualidade, possa interferir positivamente na decisão do eleitor baiano, somando um bom percentual dos votos da senadora Marina Silva à contabilidade de Serra.  
 
Mesmo sem a presença da adversária Dilma Rousseff (PT), o presidenciável Serra participa do debate promovido pelo SBT Nordeste, nesta quarta-feira (27), às 12h30, na TV Aratu, em Salvador, segundo confirmou o presidente do diretório regional do PSDB, Antonio Imbassahy.
 
Sem a presença da petista, o debate se transformará numa “sabatina” em que o candidato tucano ficará à vontade para abordar suas propostas de governo. Temas ligados à região nordeste não devem faltar.
 
Briga boa - Enquanto o senador eleito pelo PSDB estiver em Salvador e Feira em busca de voto para o correligionário, a petista estará em Vitória da Conquista , no sudoeste baiano, onde chega por volta das 13h30. 

“Cabo eleitoral” da candidatura de Dilma, o governador reeleito Jaques Wagner (PT) quer reverter a votação da petista em Vitória da Conquista, terceiro maior colégio eleitoral do estado, com quase 205 mil eleitores.

Apesar do histórico de “reduto do PT”, Dilma teve menos votos (56.780) em Conquista do que o tucano Serra (59.420) no primeiro turno das eleições presidenciais.  A diferença foi de 2.640 votos. A tropa de choque de Dilma, capitaneada pelo governador Wagner, quer reverter essa realidade.

Até porque, nessa briga entre o tucano e a petista, cada voto é fundamental, especialmente devido ao fato de Serra liderar as intenções de votos, segundo as pesquisas, nas principais regiões do país, especialmente São Paulo, maior colégio eleitoral do Brasil.

A programação de Dilma começa já no aeroporto de Vitória da Conquista,  ponto da concentração dos políticos e da militância que puxarão a carreata pelas principais ruas e bairros da cidade até a Praça Sá Barreto, ponto final da carreata, onde Dilma participa de ato público no Colégio Diocesano.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar