Política

Deputado pede aproximação do Brasil e China e diz que Congresso derrubou Ernesto Araújo

[Deputado pede aproximação do Brasil e China e diz que Congresso derrubou Ernesto Araújo]
07 de Abril de 2021 às 10:03 Por: Câmara dos Deputados Por: Luiz Felipe Fernandez

O deputado federal Elmar Nascimento (DEM-BA) afirmou nesta quarta-feira (7) que confia na retomada da diplomacia brasileira, após a demissão de Ernesto Araújo do Itamaraty.

Segundo Elmar, a saída de Ernesto, que teve total articulação e iniciativa do Congresso Nacional, principalmente por meio dos presidentes Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), pode facilitar a necessária reaproximação entre o Brasil e a China.

"A saída do ministro foi toda por pressão do Congresso Nacional", disse.

Este contato é fundamental para o país em razão da nação asiática ser o maior produtor mundial de insumos para o imunizante contra a Covid-19.

Desde o início da pandemia, o Brasil viu estremecer a sua relação com a China diante das truculências do governo Bolsonaro, incentivado pela ala ideologicamente mais radical, capitaneada justamente pelo ex-chanceler Ernesto Araújo.

"Não há como tapar o sol com a peneira, o governo atrapalhou a ele mesmo com suas posturas negacionistas [...] e a diplomacia foi o que mais atrapalhou", destacou o democrata.

O discurso apaziguador e em defesa do "diálogo" como resposta à crise sanitária do novo embaixador Carlos Alberto França, foi elogiado por Elmar, durante entrevista do deputado à rádio Metrópole nesta quarta-feira (7).

"O discurso do novo ministro das Relações Exteriores nos enche de esperença, de corrigir os rumos, ele fez um discurso voltado à ciência, vai procurar países com capacidade de produzir suas vacinas e acelerar todo o processo. Coisa que deveria acontecer há muito tempo. O ministro que saiu atrapalhou e muito", declarou.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar