Política

Fora Governo, mas nos Conselhos

[Fora Governo, mas nos Conselhos]
20 de Setembro de 2010 às 20:40 Por: Redação Bocão News
Deu na coluna Radar, da Revista Veja, assinada por Lauro Jardim: Erenice Guerra foi defenestrada da Casa Civil. Beleza. Mas e quanto a suas funções nos conselhos de administração do BNDES e da Eletrobras? Quatro dias depois de sair da Casa Civil, Erenice ainda pemanece intocada nesses conselhos. A saída de Erenice do BNDES, onde recebe 5 122 reais por mês para participar de uma reunião a cada três meses, é iminente.

Mas na Eletrobras não ocorre o mesmo. A estatal do setor elétrico informa que não há sinalização por parte do governo para demitir Erenice de seu conselho. Lá, Erenice recebe 33 934 reais por ano.

A manutenção de Erenice no Conselho de Administração da Eletrobras, que tem ações negociadas no mercado, não representaria exatamente uma mudança de postura do governo. Silas Rondeau, por exemplo, permaneceu no Conselho de Administração da Petrobras mesmo depois de deixar o Ministério de Minas e Energia na esteira de um escândalo.
 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar