Política

Briga no final do debate

[Briga no final do debate]
21 de Setembro de 2010 às 07:13 Por: Luiz Fernando Lima
No final do debate, após começarem as entrevistas e as comemorações  das comitivas de cada candidato, uma discussão tomou conta do estúdio da TV Itapoan. O postulante Marcos Mendes (Psol) e o marqueteiro da campanha de Jaques Wagner (PT) e dono da agência de publicidade leiaute, Sidônio Palmeira (foto), só não partiram para agressão física por que a turma do deixa disso interveio.

Entre aqueles que apagaram o início de incêndio estava o líder da oposição na Assembleia Legislativa e candidato a reeleição, Heraldo Rocha (DEM). Este também perdeu compostura ao ser, segundo disse, ofendido verbalmente pelo marqueteiro de PT.

Depois que a paz voltou, Mendes disse à imprensa que Sidônio ofendeu sua esposa. De acordo com o candidato do Psol, desde o primeiro debate, quando levou a água de Caetité e pediu para que governador Jaques Wagner a bebesse, o publicitário vem proferindo palavrões e ofensas gratuitas a ele, e a família dele.

Dessa vez, ainda segundo Mendes, Sidônio teria passado dos limites. “Ele ofendeu minha esposa, é preciso que as pessoas respeitem as outras, independente de quem seja. Eu posso discutir aqui com meus adversários, mas sempre procuro manter o foco no propósito sem agressão gratuita”, afirmou Mendes.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar