Política

Prefeitura tenta amenizar insatisfação dos servidores

[Prefeitura tenta amenizar insatisfação dos servidores]
28 de Janeiro de 2013 às 18:16 Por: Redação Bocão News
“A greve não o melhor recurso para definir o impasse entre prefeitura e Sindicato dos Servidores Municipais de Salvador (Sindseps)”.  Disse o secretário de Alexandre Pauperio, secretário de Gestão, em embate com o presidente do Sindseps, Geiel Soares, para João Kalil na Rádio Sociedade AM, nesta segunda-feira (28).

O secretário Alexandre Pauperio, titular da Semge, salientou que as escalas de trabalho fossem elaboradas de acordo com a necessidade de serviços à população. Além disso, garantiu que o pagamento das remunerações será efetivado na folha do mês de fevereiro.

Mas o sindicalista rebateu e garantiu que já há o indicativo de paralisação a ser iniciada na próxima quarta-feira, véspera do Carnaval. "Nós já pedimos 40% de reajuste, mas a prefeitura só quer conceder 6.5%. Enquanto ela continuar intrasigente, teremos mais chances de realizar a greve", afirmou Soares.

Ainda de acordo com o sindicalista, outra reivindicação é de 40% sobre o valor na alimentação que, atualmente, é de R$ 30 a cada 12h. "Queremos também melhorias nas condições de trabalho. Amanhã iremos nos reunir e há possibilidade de todos pararem, pois todos estão insatisfeitos", disse.

E o secretário justifica que o banco de horas dos servidores será avaliado.  “O modelo que foi estabelecido, um banco de horas que todos os servidores municipais faziam hora extra durante o Carnaval. Vamos avaliar a real necessidade e distribuição deste banco de hora durante o carnaval. E esta greve proposta pelo sindicato pode prejudicar a cidade e aqueles que querem trabalhar. O justo é cada servidor receber o que justamente trabalho, não somos contra isso”, finalizou o secretário.
 
A proposta da prefeitura: 

A proposta de reajuste da Prefeitura no valor da hora trabalhada no período da festa foi de 6,5%, quantia definida de acordo com a inflação de 2012/2013.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar