Política

Lula é comparado a Mussolini

[Lula é comparado a Mussolini]
23 de Setembro de 2010 às 11:56 Por: Redação Bocão News


As constantes manifestações hostis do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à imprensa nesta campanha pela sua sucessão tem geraram uma reação dura por parte de intelectuais, acadêmicos e juristas que demonstraram ontem a insatisfação pelo comportamento do presidente. Em ato realizado no Largo de São Francisco, em São Paulo, juristas e acadêmicos , entre eles Hélio Bicudo - um dos fundadores do PT -, que marcaram sua trajetória na luta pelos direitos fundamentais lançaram o Manifesto em Defesa da Democracia.

O documento, como 43 linhas, condena a postura de Lula tachado de “fascista, caudilho, autoritário, opressor e violador da Constituição”. A insatisfação diante das críticas à imprensa e ameaças de Lula às liberdades de expressão, levaram alguns a compará-lo ao ditador italiano dos anos 30, Benito Mussolini.

"Na certeza da impunidade (Lula), já não se preocupa mais nem mesmo em valorizar a honestidade. É constrangedor que o presidente não entenda que o seu cargo deve ser exercido em sua plenitude nas 24 horas do dia", disse Hélio Bicudo, do alto do púlpito da praça ornada com duas bandeiras do Brasil.
 

O palco para o ato público foi o mesmo onde, há 33 anos, o jurista Goffredo da Silva Telles leu a Carta aos Brasileiros, contra a tirania dos generais. Sob o sol forte do meio-dia, professores, sociólogos, economistas, intelectuais, escritores, poetas, artistas, advogados e também políticos tucanos cantaram o Hino Nacional. 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar