Política

Debate foi quente entre Dilma e Serra

[Debate foi quente entre Dilma e Serra]
13 de Setembro de 2010 às 00:03 Por: Luiz Fernando Lima
Candidatos se enfrentam no segundo debateO primeiro bloco do debate da REDETV/Folha não trouxe maiores novidades. Dilma Rousseff (PT) defendeu o governo Lula, Marina Silva (PV) mordeu e assoprou o mesmo. O candidato tucano, José Serra, tentou colocar a quebra de sigilo fiscal na pauta e relacioná-lo com escândalos como mensalão e dossiê dos aloprados. Plínio Arruda Sampaio (PSOL), como no primeiro, destoou. Irreverente e experiente o postulante socialista questionou a petista, que não o respondeu à sua pergunta, ele fez questão de reiterar que não teve sua pergunta respondida.

Na pergunta que Serra fez a ele, sobre quebra de sigilo fiscal, Plínio tratou de cortar o tucano dizendo que deseja um debate focado na política e não em trocas de acusações. Disse ainda que está decepcionado com isso e sentou-se, ou melhor, jogou-se na cadeira antes que seu tempo de resposta tivesse acabado.

Plínio foi novamente a grande figura do debate, propôs tratados entre os adversários, acusou eles de compactuarem com um modelo econômico que favorece exclusivamente os banqueiros. De quebra, desqualificou a pergunta da jornalista da Folha, quando esta disse que certamente os beneficiados com o programa Bolsa Família não se sentem humilhados com a sua condição como presidenciável havia afirmado. O candidato do PSOl revelou que ouviu de uma pessoa que recebe a Bolsa a declaração de que se sente humilhada com a situação, de modo, que o candidato defendeu que ele estaria apenas reproduzindo o que lhe foi dito, disse mais, questionou de onde a repórter tirou o  “certamente” de sua fala. Plínio ainda defendeu a estatização de empresas e a desapropriação de terras para gerar emprego e melhorar a vida das pessoas.

Outro destaque do debate foi protagonizado pela candidata petista. Dilma teve três oportunidades de direcionar a sua pergunta a qualquer um dos postulantes presentes, no entanto, optou duas vezes por Marina e outra por Plínio. Não se sabe por que, ela não direcionou nenhuma pergunta para o tucano, seu principal adversário. Por outro lado, Serra, das três oportunidades que teve, reservou duas para a Dilma, uma foi feita para o Plínio, isto porque não podia perguntar para petista.

Os dois melhores colocados nas pesquisas também foram os únicos a solicitar e receber o direito de resposta. "Não se sabe se você é ou não caluniadora ou é ou não evasiva. Mas você sistematicamente não responde às perguntas", afirmou Serra sobre Dilma, que prontamente rebateu o tucano dizendo que o caluniador era ele. Em ato contínuo a petista respondeu, "Eu também tenho história", e ainda disse que o tucano precisa aprender a respeitar os adversários.

José Serra partiu para o ataque contra a candidata de Lula em seguida. Buscou relacionar a quebra de sigilo bancário com a candidatura de Dilma, além de fazer a comparação entre este e outros escândalos como o mensalão e o dossiê dos aloprados. Contudo, foram poucas as propostas objetivas apresentadas pelos dois.

Marina ficou apagada no debate. Apesar de a presidenciável petista ter lhe perguntado em duas oportunidades a candidata do PV não adentrou ou levantou grandes polêmicas. A sua situação como ex membro do PT,  foi ressaltada, propostas sobre desenvolvimento sustentável e uma provocação a Dilma também fizeram parte da participação de Marina. Para a petista a ex-ministra do meio ambiente perguntou sobre as medidas referentes à quebra de sigilo fiscal. No final do debate, Marina fez um apelo para que os eleitores levem a eleição presidencial para o segundo turno.

Internet

Como está se tornando costumas nessas eleições, políticos da base aliada dos postulantes que participam de debates saem em seguida decretando: Parabéns, meu candidato venceu o debate. Na Bahia, não foi diferente. As avaliações em 140 caracteres postadas no twitter, na verdade, são apenas congratulações sem analises. O que parece importar é a afirmação da vitória e não o desempenho em si.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar