Política

Rita Tourinho sobre a Linha Viva: é necessário que haja participação popular

[Rita Tourinho sobre a Linha Viva: é necessário que haja participação popular]
23 de Outubro de 2013 às 21:09 Por: Caroline Gois (twitter: @goiscarol)
A promotora Rita Tourinho comentou, na manhã desta quarta-feira (23), a decisão da Defensoria Pública de anular a audiência pública que discutiu o projeto Linha Viva no dia 16 de setembro. "Nós temos o conceito de que é necessário que haja a participação popular. Já tínhamos cobrado isso do próprio secretário e estávamos realizando reuniões. Na segunda fizemos uma audiência com a particpação de Aleluia e de vereadores que fazem parte da Comissão, além de entidades como UFBA e CREA. A audiência deve acontecer e isso deve ser mantido ainda que não houvesse decisão judicial", defendeu, em entrevista concedia ao Programa do Bocão, na Rádio Sociedade.

Na noite desta terça-feira (22) o site Bocão News teve acesso, com exclusividade, à decisão da Defensoria Pública do Estado da Bahia, que anula a audiência pública do projeto Linha Viva, realizada no dia 16 de setembro.

Na oportunidade, marcada por tumulto e confusão,
 “Fora Aleluia”, foi um dos gritos dos manifestantes contra o secretário municipal de Urbanismo e Transporte, José Carlos Aleluia (DEM), que tentaram impedir a continuação da audiência, realizada  no auditório do Parque Tecnológico, na Avenida Paralela, em Salvador. Em conversa com o Bocão News no dia da audiência, o vereador Hilton Coelho (Psol) chegou a declarar que o prefeito ACM Neto (DEM) está vendendo a cidade.


 

Linha Viva: esta decisão inibe atitude autoritária da prefeitura, comemora edil


Matéria publicada originalmente às 9h17 de 23 de outubro de 2013

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar