Política

Temer comenta postura de Dilma

[Temer comenta postura de Dilma]
28 de Setembro de 2010 às 17:23 Por: Daniel Pinto
“Minha presença aqui é para assegurar o meu apoio à candidatura de Geddel, dos senadores César Borges e Edvaldo Brito e de todos os candidatos da nossa coligação na Bahia”. Essas foram as primeiras palavras de Michel Temer, presidente do PMDB e candidato a vice de Dilma Rousseff (PT), na coletiva realizada no início da tarde desta terça-feira (28), no restaurante Barbacoa, em Salvador.

Apesar de ressaltar que não veio “apaziguar ânimos”, o líder do PMDB teve que comentar as declarações da candidata petista, que fez questão de destruir a tese dos dois palanques na Bahia e declarou apoio aberto à Jaques Wagner (PT).

“Dilma é do Partido dos Trabalhadores e teve uma postura partidária. É exatamente o mesmo que acabo de fazer. Por isso, não posso censurá-la. Aqui na Bahia meu candidato é Geddel Vieira Lima”, afirmou Temer.

Em contrapartida, o candidato do PMDB ao Governo do Estado não adotou um discurso tão diplomático. Ao ser questionado sobre a retirada das imagens da ex-chefe da Casa Civil da campanha, Geddel largou o seguinte petardo: “não abandonei ninguém. Não vou me comportar da mesma forma. Sempre procuro ser coerente e defender minhas ideias e propostas. Além disso, não posso direcionar o apoio de ninguém. O PMDB é composto por homens e mulheres livres. Entretanto, estamos ao lado da chapa em que Michel Temer é candidato a vice-presidente”.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar