Política

Time da Bahia

[Time da Bahia]
28 de Setembro de 2010 às 18:01 Por: Daniel Pinto
Ao declarar apoio à Jaques Wagner, a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, alegou que fez a opção porque o companheiro estava numa posição melhor do que  Geddel Vieira Lima (PMDB) nas pesquisas de intenção de votos. A justificativa foi lembrada nesta terça-feira (28) pelo senador César Borges (PR) durante coletiva com a presença de Michel Temer.

“Não posso negar o espanto que tive ao perceber que ela [Dilma] havia tomado partido aqui na Bahia. Pior ainda foi saber que a posição se dava porque o governador liderava as pesquisas. Eu faço parte da base de apoio ao Governo Lula, meu partido faz parte da coligação nacional e aqui no estado, onde disputo a reeleição, apareço em primeiro lugar nas pesquisas. O que ela vai dizer do meu caso?”, questionou o republicano.

César ainda aproveitou o jargão mais usado nesta campanha para ironizar os candidatos que se apóiam unicamente no "Filho do Brasil". “Não vou ficar me amparando em ninguém. Me coloco no processo eleitoral por conta da minha trajetória política e pelo desempenho que tive no Congresso Nacional. Não sou do time de ‘A’ ou ‘B’, sou do time da Bahia”.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar