Política

Mal-estar

[Mal-estar]
28 de Setembro de 2010 às 21:00 Por: Daniel Pinto
Desde o início da manhã havia uma expectativa muito grande para saber se o prefeito João Henrique (PMDB) iria ao evento promovido nesta terça-feira (28) pelo PMDB, no restaurante Barbacoa.

Ele até marcou presença. Mas, não conseguiu esconder o desconforto. Aliás, o prefeito chegou antes mesmo de Geddel Vieira Lima e Michel Temer. Entretanto, preferiu evitar o ambiente “recheado” de peemedebistas e só entrou no local depois que tudo estava pronto para a coletiva.

João Henrique se posicionou ao lado de Geddel, Temer, César Borges e Moreira Franco (membro da executiva nacional do PMDB), mas preferiu o silêncio. Só não saiu mudo porque foi pressionado a comentar o distanciamento da campanha do PMDB ao Governo do Estado. “Minha presença aqui vale mais do que mil palavras”, pontuou.

Ao final do encontro com jornalistas, a cúpula do PMDB se reuniu com aliados para um almoço. O prefeito João Henrique teve um “compromisso” e não pôde ficar para a confraternização com os correligionários.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar