Religião

“Estamos acostumados com aglomeração”, afirma líder de grupo que saiu do Imbuí para a Colina Sagrada

[“Estamos acostumados com aglomeração”, afirma líder de grupo que saiu do Imbuí para a Colina Sagrada]
14 de Janeiro de 2021 às 08:58 Por: Reprodução / Victor Pinto Por: Brenda Viana e Victor Pinto

Este ano, já que a famosa saída da Igreja da Nossa Senhora da Conceição da Praia está proibida devido à pandemia do novo coronavírus, que impossibilitou milhões de fiéis seguir a imagem do Senhor do Bonfim, outros religiosos resolveram fazer o seu próprio percurso para agradecer pelas bênçãos alcançadas durante a vida ou os pedidos feitos no ano passado. 

Este foi o caso de Flávio Leite Amorim, de 42 anos, que é consultor de vendas. Há 1 década que ele e seus amigos fazem o percurso, saindo da Paróquia do Imbuí, em Salvador, para a Igreja do Bonfim, na cidade baixa. “A gente tá acostumado com a aglomeração, com a energia positiva. É uma divindade, é uma sensação sensacional para quem vem de fora e quem mora aqui”, comentou. O líder do grupo, que é natural de Entre Rios mas mora na capital baiana há 11 anos, afirma que a Colina Sagrada transmite uma energia diferenciada.

Em 2021, um dos pedidos mais recorrentes entre os fiéis é a tão chegada vacina para conter a pandemia. Devido às inúmeras exigências, a Lavagem do Bonfim será totalmente sem aglomeração pelas ruas de Salvador. A imagem do Santo, que saiu às 8h, da Igreja da Vitória, no centro, vai passar por outros santuários da capital. O segundo será o Terreiro de Jesus, no Pelourinho, e seguirá para a Igreja da Nossa Senhora da Conceição da Praia, no Comércio, onde religiosos estão esperando desde o início da manhã desta quinta (14).

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar