Salvador

Advogado do Hospital Espanhol diz que proposta do estado para desapropriar unidade prejudica trabalhadores

[Advogado do Hospital Espanhol diz que proposta do estado para desapropriar unidade prejudica trabalhadores]
12 de Setembro de 2019 às 19:52 Por: Arquivo/BNews Por: Pedro Vilas Boas 0comentários

O advogado da Real Sociedade, Washington Pimentel, que representa o Hospital Espanhol, afirmou que a proposta de desapropriação do governo do estado para a unidade prejudica os trabalhadores. "Fomos tomados de surpresa", disse, em entrevista ao jornalista José Eduardo, da Rádio Métropole, nesta quinta-feira (12).

A procuradoria Geral do Estado entrou na justiça para executar a desapropriação da estrutura física, localizada na Avenida 7 de setembro, região do Porto da Barra. O objetivo, conforme apurou o BNews com fontes palacianas, é o de transformar o local no Hospital do Servidor Estadual, algo já levantado por Rui Costa (PT) há alguns anos.

Segundo o advogado, o estado ofereceu cerca de R$ 80 milhões para desapropriação. O valor de ativo do imóvel do Hospital Espanhol, de acordo com a defesa, está em R$ 195 milhões.

O caso

O hospital foi fechado em 2014 e a Justiça do Trabalho determinou a sua venda para quitar dívidas trabalhistas. O valor de avaliação de todos os bens está em R$ 195.322.015,00. O leilão da unidade já foi marcado e suspenso diversas vezes. A última em fevereiro de 2018, após determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ). 

A decisão do ministro Ricardo Villas Bôas Cueva confirmou que não cabe ao TRT5 deliberar sobre o cronograma do leilão do hospital. Tal competência cabia à 8ª Vara Cível e Comercial de Salvador, do Tribunal de Justiça da Bahia. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas