Salvador

Moradores do Marback reclamam de transtornos causados por food truks; Semop confirma ordenamento ainda essa semana

[Moradores do Marback reclamam de transtornos causados por food truks; Semop confirma ordenamento ainda essa semana]
Por: Leitor BNews Por: Rafael Albuquerque 0comentários

A líder comunitária do Marback, no Imbuí, Mariana Silva procurou o BNews para denunciar uma situação que vem tirando o sono dos moradores da região. Trata-se da grande quantidade de food truks que ficam estacionados na Praça Nossa Senhora Aparecida, que acabam levando uma série de problemas para o local. Além do lixo e dos problemas no trânsito, Mariana reclama que diversos frequentadores usam as paredes dos imóveis para fazer necessidades fisiológicas. 

Segundo a denunciante, no conjunto habitacional moram diversos servidores públicos aposentados, a maioria professores, que passam por problemas por causa da grande quantidade de food truks, o que tira a tranquilidade da localidade. 

"Quando chegaram os food truks perdemos o sossego, pois são quase 50. Teria que ter zona azul porque iria tirar esses carros de lanche aqui. Se a gente fizer a matéria e a prefeitura não der jeito, vamos fechar as duas vias e fechar tudo até que alguém nos escute", disse.

Segundo Mariana Silva, as obras para construção de uma área gourmet na localidade começaram nesta quarta-feira (16). Ela teme que a situação se agrave com a chegada de mais food truks na praça. Diante do fato, a líder comunitária bradou: "Vamos procurar o MP-BA pra embargar, pois começou hoje a construção dessa área". 

Procurado pela reportagem, o secretário municipal de Ordem Pública, Marcus Passos, explicou que, ao contrário do que está sendo colocado pela denunciante, há um processo de ordenmento previsto ter início já nos próximos dias e que deve reduzir a menos da metade o número de food truks na praça.

"Existe uma quantidade exagerada de food truks na praça, meio que triplicou de um tempo pra cá. A gente iniciou um processo de freio de arrumação na região. Recebemos queixas pela quantidade, pois tem 49 food truks, e isso é inadmissível", disse o secretário. 

Ainda segundo Passos, um processo de ordenamento está prestes a acontecer na localidade: "Iniciamos um processo de ordenamento. Existe o projeto de zoneamento de zona azul ali. Uma das ruas da localidade vai ser franqueada para zona azul, e não havera possibilidade de implementacao de food truk nela. E no outro trecho vamos alocar em tornos de 19 food truks, os mais antigos da região".

Ainda de acordo com Marcus Passos, existe uma portaria que regulamenta os food truks através do Termo de Permissão de Uso. "A gente começa a notificar amanhã e a partir de segunda a gente pede que eles se retirem do local para fazermos o reordenamento".

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas