Serviços

Funcionários de higienização do Hospital Edgard Santos estão em greve

[Funcionários de higienização do Hospital Edgard Santos estão em greve ]
16 de Maio de 2019 às 11:31 Por: BNews Por: Aline Damazio 0comentários

Cerca de 157 funcionários terceirizados que prestam serviços de higienização no Complexo Hospitalar Universitário Professor Edgard Santos da Universidade Federal da Bahia (HUPES), conhecido como Hospital das Clínicas, no Canela suspenderam os serviços por falta de pagamento de salários.

Por dia, 10 mil pessoas passam por exames, cirurgia, emergência, maternidade e ambulatório no local e podem não ter atendimento no período da tarde, por falta de condições de higiene, caso os funcionários não retomem as atividades.

“Eu quero voltar a trabalhar, mas tenho que pagar minhas contas. Fiquei dias sem ter o que comer pois o transporte e o ticket refeição só foram pagos ontem. Tive que pegar dinheiro na mão de agiota. Só volto a trabalhar com o salário na conta”, afirma uma funcionária que preferiu o anonimato.

A redação do BNews apurou informações que nesta manhã apenas oito funcionários realizavam a limpeza das áreas consideradas críticas como UTI, ambulatórios e centro cirúrgico. O correto seria 30% do efetivo.

O hospital é referência em média e alta complexidade no estado e integrante do Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com informações do diretor do Sindicato Trabalhadores Limpeza Asseio e Conservação Urbana do Município Salvador (SINTRAL), Ramon Depa, os serviços continuarão suspensos por tempo indeterminado até o pagamento total dos benefícios para os  funcionários. “Na terça-feira (14) já tínhamos feito uma paralisação de 24h, pedimos para os trabalhadores voltarem as atividades com a promessa da pró-reitora, Dulce Guedes de que o valor seria pago, às 15 horas para  empresa Locservice e o dinheiro do pagamento dos funcionários estaria na conta até 17h, de ontem, o que não aconteceu. Voltamos as suspender as atividades até o pagamento”, afirma.

Em nota, o Hospital das Clínicas informou que a Administração da Universidade Federal da Bahia (UFBA), responsável pelo contrato da empresa terceirizada, realizou o pagamento ontem (15), e que aguarda que os serviços sejam normalizados hoje (16).

Ainda de acordo com a assessoria do hospital, o pagamento foi creditado na conta de todos os funcionários no final da manhã e  os serviços de higienização foram normalizados às 12h.

Atualizada às 12h17

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas