Salvador

Campanha de vacinação contra a gripe terá três fases para atender público alvo a partir desta segunda (12)

Erasmo Salomao / Ministério da Saúde

Primeiro ciclo de aplicações será até dia 10 de maio

Publicado em 10/04/2021, às 08h30    Erasmo Salomao / Ministério da Saúde    Aline Reis

Para evitar aglomerações em razão da pandemia da Covid-19, a prefeitura de Salvador aplicará três fases para a vacinação contra a gripe a partir da próxima segunda-feira (12). A capital já recebeu remessa com pouco mais de 70 mil doses contra a Influenza para começar a contemplar o público alvo da primeira etapa que são: de crianças entre seis meses e seis anos, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde. 

O primeiro ciclo de aplicações será até dia 10 de maio com a estimativa de imunizar 321,9 mil pessoas. O imunizante contra a Influenza não faz parte da rotina de vacinação nos postos de saúde, sendo disponibilizado apenas durante a campanha que acontece anualmente.

 O prefeito Bruno Reis (DEM) destacou a meta é vacinar 90% do público alvo e que a imunização contra a gripe vai ajudar a evitar um colapso nos serviços de saúde durante a pandemia. “ Vai reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza”, explicou durante uma coletiva neste sábado (10). 

O gestor adiantou que durante a Campanha 111 salas de vacina da rede municipal vão funcionar para atender o público das 08h às 17h em toda a cidade e que dos drivers disponíveis exclusivamente para a estratégia, um atenderá na região do Bela Vista e o outro na Barra. 

Após adotar o modelo drive-thru de forma inédita na campanha do ano passado, a prefeitura vai repetir o modelo de disponibilização das doses, a novidade fica por conta de um drive kids, voltado apenas para as crianças, além também dos pontos fixos exclusivos para os pequenos. 

Já para as puérperas e gestantes, a Prefeitura vai ofertar imunização em salas de vacina da rede municipal, em ambulatórios de pré-natal, nas maternidades e também em drive-thru específico para esse público.

Por fim, os trabalhadores da saúde terão vacina in loco no próprio hospital em que trabalham, bem como as salas de imunização da capital e em drive-thru.

Classificação Indicativa: Livre