Salvador

Ex-cantor do “Psirico” e “Babado Novo” processa filha após jovem pedir pensão alimentícia nas redes sociais

Reprodução / Redes Sociais

Artista nega que tenha deixado a filha sem pensão

Publicado em 14/07/2021, às 13h31    Reprodução / Redes Sociais    Brenda Viana

Um ex-cantor de bandas famosas baianas, como Psirico e Babado Novo, processou a própria filha após a jovem pedir a pensão alimentícia nas redes sociais. Trata-se de Anderson Cleiton, o Guga de Paula. O artista pediu o valor de R$ 25 mil por difamação no processo contra a filha, Melissa Said, de 20 anos. 

Em conversa com ao programa Balanço Geral, com José Eduardo, da Record TV Itapoan, na tarde desta quarta-feira (14), a mãe da jovem, Fabíola Menezes, disse que sofre com o ex-companheiro há anos, vive pedindo a pensão, mas sempre é tratada da pior forma possível. “Até os 18 anos, ele nunca pagou a pensão alimentícia como deveria, sempre foi à base de muito sacrifício e humilhação, eu tinha que ir atrás dele o tempo todo, uma pessoa que começou com R$ 200 ofertado por ele, porque eu nunca coloquei ele na Justiça”, disse.  

Melissa, que postou nos stories da sua conta no Instagram com quase 13 mil seguidores, disse que o pai estaria devendo a pensão há bastante tempo. Comentou ao vivo que tentou entrar em contato com o genitor várias vezes, mas não conseguiu porque é bloqueada nas redes sociais, além de ser ignorada em ligações telefônicas quando tenta contato. “Eu não queria o dinheiro, só queria o meu pai do meu lado. A única coisa que era meu dinheiro por direito, que era pensão. Já tentei diversas vezes, tentei falar com a mãe dele, mandei mensagem para a esposa dele, que eu não sei se ainda está junto, mas falei, ela falou que não ia dar recado, que se ele me bloqueou, é porque tinha motivo dele e, quando via que era eu [nas ligações], ele bloqueava. Eu não tenho acesso, eu não consigo falar com ele, não tive nenhuma escolha” explicou a jovem.

A menina ainda informa que não consegue mais prosseguir com os estudos porque a faculdade é cara e o que ajudava era a pensão cortada pelo pai. “Tive que trancar a faculdade porque ele não tá pagando a pensão, apesar de ser um um valor irrisório, porque se dependesse disso, eu estava morta, mas graças a Deus, a minha mãe, a minha vó que cuidaram de mim e suprem todas as minhas necessidades”, falou. A jovem, no momento da entrevista, falou que a única coisa que quer do pai é atenção e carinho.

Em contrapartida, o cantor, Guga de Paula, nega todas as acusações que a ex-companheira e filha relataram ao vivo no programa. O artista informou que sempre pagou a pensão alimentícia normalmente, mas que neste momento, não há a necessidade de prosseguir com o dinheiro porque a filha não estuda mais. “Ela usou as redes sociais para falar de coisas que correm em segredo de Justiça, nós temos longos e longos anos processos por conta de pensão alimentícia. Melissa vai fazer 21 anos no próximo mês e não estuda”, rebateu. 

Melissa ainda informou que, após receber a notícia de que o pai a processou em R$25 mil por difamação, se deslocou até um bar onde o pai estaria trabalhando, entregou um bilhete que gostaria de conversar, mas foi ignorada e o papel jogado nela. Sobre essa acusação, De Paula confirma, mas comenta que tem inúmeros motivos para ter feito o que fez. “Eu nunca gostaria de expor aqui, eu lá ao vivo com vocês, porque eu tenho inúmeras gravações em meu celular de conversas e desabafos da própria mãe com relação ao comportamento péssimo de Melissa”.  

Para justificar a falta de pensão, Guga ainda diz que a menina não precisa desse dinheiro, pois, “ela é modelo, ela é sócia da mãe de uma boutique de roupa, ela não precisa tá na televisão pedindo pensão alimentícia, ela nunca passou dificuldades financeiras. Eu nunca expus aqui para ninguém”. 

Após José Eduardo conversar com ambas as partes sobre todo o acontecimento, De Paula disse que não tem a intenção de prejudicar a filha, só quis dar um susto [em relação aos R$ 25 mil]. “Não tenho dúvida da minha intenção. Eu estou reiterando aqui que em nenhum momento foi prejudicar a Melissa, pelo contrário, eu só quis dar um alerta para ela, porque eu acho muito importante nesse momento como pai ausente como eu eu sou, mas como o pai biológico era um corretivo para uma ação mal pensada de um filho, sobre tudo, sobre as coisas que eles falam e a turma dela veio falar coisas para mim nas redes sociais, muitos deles não sabem o que acontece, como vai terminar, mas pode ficar tranquilo”, finalizou. 

Classificação Indicativa: Livre