Salvador

Licitação de ônibus em Salvador está próxima de ser anunciada

Google

Setps e prefeitura já teriam acordo mútuo sobre licitação e dívidas

Publicado em 30/01/2013, às 06h46    Google    Redação Bocão News (twitter: @bocaonews)

A esperada licitação do sistema de ônibus coletivos em Salvador pode estar mais peto de ser anunciada do que se imagina. Um acordo costurado entre a Prefeitura de Salvador e os empresários do transporte coletivo está em vias finais de viabilização e, assim, os passageiros podem vislumbrar alguma esperança de ter uma prestação de serviços melhor no futuro próximo.
O grande problema é conhecido: a volumosa dívida de R$ 450 milhões que o poder público municipal tem com o Sindicato das Empresas do Transporte Público de Salvador (Setps). O débito começou a ser gerado em 2007, quando a entidade foi á Justiça e venceu uma batalha jurídica que durava décadas. 
Em 1989, o ex-prefeito Fernando José instituiu o Fundo de Desenvolvimento do Transporte Coletivo de Salvador e, com ele, a obrigatoriedade da arrecadação por parte da prefeitura de 6% do valor geral das catracas de todos os ônibus da cidade. Em determinado momento, a Justiça suspendeu o repasse e as empresas pararam de pagar à prefeitura. 
Mais tarde, os empresários voltaram a cobrar da prefeitura distorções que os reajustes sucessivos causaram de prejuízos, enquanto a prefeitura alegou que a arrecadação do fundo também estava pendente. O resultado final foi a descoberta de que a prefeitura devia ao Setps muito mais do que lhe era devido. No acordo recente, os empresários têm uma promessa de que receberão alguma coisa desta dívida e, em troca, não atrapalharão a nova licitação.

Nota originalmente postada às 10h do dia 29

Classificação Indicativa: Livre