Salvador

Fábio Primo pede despolitização do Transporte Público e confirma que haverá greve se demandas não forem atendidas

Arquivo BNews

Entre as demandas está a manutenção dos postos de trabalho e o pagamento de dívidas trabalhistas aos ex-funcionários da CSN

Publicado em 20/05/2022, às 21h39    Arquivo BNews    Redação

Conforme anunciado nesta sexta-feira (20), os rodoviários de Salvador irão fazer uma paralisação de 24 horas, no domingo (22). Fábio Primo, vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários não descartou a possibilidade de greve caso as demandas da categoria não sejam atendidas. “A gente espera que o poder público evite uma greve por tempo indeterminado”, declarou Primo durante sua participação no programa BNews Agora, da Rádio Piatã, nesta sexta-feira (20).

“A gente tem que despolitizar a questão do transporte público. Aqui não é PT, nem União Brasil. É preciso que Bruno Reis e Rui Costa sentem e juntos resolvam isso. Rui precisa entender a necessidade da redução do ICMS e Bruno o subsídio, além de debruçar para resolver a questão da CSN, porque se resolver as demais questões, mas não resolver o pagamento de dívidas trabalhistas aos ex-funcionários da CSN vai ter greve.”, anunciou Primo.

Para ele, a paralisação em um domingo é para mostrar a necessidade do transporte público na capital baiana. “Imagine se fosse num dia útil”, questionou o vice-presidente. Ainda durante a entrevista, ele chegou a comentar a falta de qualidade do transporte e que a passagem deveria, na verdade, ter o valor reduzido.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre