Saúde

Itabuna: Vigilância Sanitária apreende 250kg de carne estragada

Imagem Itabuna: Vigilância Sanitária apreende 250kg de carne estragada

Já soma mais de 900 kg a quantidade de carne retirada de circulação na cidade

Publicado em 19/03/2013, às 15h02        Redação Bocão News (@bocaonews)

Agentes da Vigilância Sanitária de Itabuna apreenderam na fiscalização de rotina no sábado e domingo nas feiras livres dos bairros São Caetano e Califórnia, condomínio Centro Comercial e açougues um total de 250 kg de carne bovina imprópria para o consumo humano, resultante do abate clandestino do gado ou deteriorada. Com mais essa apreensão, já soma mais de 900 kg a quantidade de carne retirada de circulação na cidade e incinerada pelos fiscais até agora, já que 650 kg de carne foram apreendidas e incineradas no final de janeiro.

O diretor da Vigilância Sanitária do município, Antonio Carlos Carvalho, informa que a fiscalização será intensificada, principalmente depois da interdição do Matadouro Municipal pelo Juízo da 1ª Vara da Fazenda Pública de Itabuna a pedido do Ministério Público estadual. A equipe de agentes foi reforçada e passou a contar com seis profissionais treinados para exigir o cumprimento da legislação pelos abatedores e comerciantes de carnes nas feiras livres, Centro Comercial e açougues numa ação da prefeitura que visa garantir ao consumidor e à população gêneros alimentícios de qualidade.

Carvalho atribui a reincidência da venda de carnes impróprias à tentativa de alguns comerciantes em burlar as exigências da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia – ADAB quanto à Guia de Transporte de Animais (GTA) e a necessidade de resfriamento em sete graus de toda a carne destinada à comercialização como estipula a Portaria n° 304/1996, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa. “Algumas pessoas tentam descumprir as exigências governamentais e vender a carne sem os cuidados necessários. A carne in natura ao ser manuseada ou exposta sem os devidos cuidados acaba se deteriorando na maioria das vezes”, explicou Antonio Carlos Carvalho.

Fonte: Políticos do Sul da Bahia

Nota originalmente postada às 11h do dia 19

Classificação Indicativa: Livre